sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Psicologa responde - Resposta 1

Olá!!
Não se esqueçam de seguir o blog e compartilhar as postagens!

Assista ao vídeo:



Deixem nos comentários o que está te incomodando e não esqueça de marcar em "notificar-me", para você saber quando seu comentário foi respondido. 

Hoje, como o proposto, vamos falar de um caso específico,
a nossa amiga diz o seguinte:

"Estou passando por uma fase bem difícil de minha vida , meu marido após 12 anos resolveu ir embora , tentei de tudo para ele ficar , nosso relacionamento foi cheio de altos e baixos, brigavamos muito, ele levava uma vida que eu não concordava muito, saia para praticar atividades fisicas e chegava muito tarde , ele sempre passava por uma fase ruim , uma época era bebendo muito , outra epoca esses exercicios , já peguei ele conversando com mulher na epoca do msn e uma vez no zap , mas sempre dava mais uma oportunidade a ele , nunca tive nenhuma comprovação real de traição, sempre fui muito amorosa e cuidadosa , cobrava muito mesmo , acho que não teremos mais volta , eu não queria que ele fosse , como ele foi , eu quero força para não deixar voltar caso ele queira , será que ele vai querer voltar ? Será que tem outra? me ajudem como seguir em frente , temos dois filhos."

Você não é a primeira pessoa a ter problemas no relacionamento e nem a última, vocês tem filhos e isso dificulta uma separação. Mas pelo que deu para entender, o seu marido não te valoriza, te traindo ou não, ele não fez o papel de marido e nem de pai. Não se culpe por isso, o único culpado é ele mesmo. 
A respeito de vocês voltarem ou não é você que deve decidir, mas não volte apenas por seus filhos. Viver com pais separados eles vão superar, porém viver com pais que só brigam, é mais difícil. 
Voltar sem ele mudar, não vai dar certo de novo, por isso pense bem. 


Sobre superar a situação, só o tempo vai te ajudar. E você vai superar sim, ficar com alguém que não te valoriza não vale a pena, só irá te frustrar cada vez mais.
Pense nisso, 
te desejamos uma vida tranquila  e feliz. 

Grande Abraço. 

Curta nossa página no facebook AQUI


515 comentários:

  1. Olá eu sou Franciele,tenho 23 anos
    Então quando ainda era adolescente eu passei algumas situações complicadas e já tinha até tentadi me suicidar ,mas com 18 anos resolvir casar com o pai da minha filha no começo foi bom o casamento mas depois ele começou a beber todos os dias e chegava do serviço e me agredia e falava muito frias,acabei me separando comecei a me envolver com cocaína e bebidas àquilo Pra mim era sò pra esquecer os problemas mesmo assim na hora eu esquecia tudo que passei mas depois vinha pior doque já tava e minha vontade era sò chorar e tentar acabar com a minha própria vida é isso durou até eu conhecer um outro homem que temos um filho e ele é um rapaz bom mas a gente descidiu morar junto sò que eu foi muito imprudente eu queria uma família mas eu não sei oque passa na minha cabeça que dar vontade de Sumir pra ninguém nunca mas me achar separamos a hoje não dou com nimguem e nem quero mas voutei pra casa da minha mãe mas sou muito homilhada eu tento fazer de tudo pra agradar as pessoas mas sei lá...parece ninguém gosta de mim nem minha família eu não sei me sinto tão sò mesmo tendo tanta gente em meio redor gente me ajudam me de uma palavra de conforto é uma coisa que nunca ouvi na minha vida eu sò não faço besteira com migo mesmo porque tantos meus 2 filhos e eles são pequenos ainda mas sei lá da vontade de larga tudo e todos e sumir pra numca mais eu sempre fazer algum pra distrair minha cabeça mas tudo que eu tento nada da certo eu ultimamente nem durmo direito são tantas coisas que passa na minha cabeça parece um livro tambom thau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Franciele,
      como vc mesmo disse, você tem 2 filhos e não pode simplesmente largar tudo. E por eles você não pode desistir, muito pelo contrário, vc tem q lutar pelo que deseja.
      Mas antes disso, vc precisa dar um jeito na sua vida, vc tem certeza q fez a coisa certa se separando desse rapaz?
      pense bem oq é melhorar p vc e depois vá atras,
      vc só não pode desistir.
      bjos

      Excluir
  2. Olá eu sou Franciele,tenho 23 anos
    Então quando ainda era adolescente eu passei algumas situações complicadas e já tinha até tentadi me suicidar ,mas com 18 anos resolvir casar com o pai da minha filha no começo foi bom o casamento mas depois ele começou a beber todos os dias e chegava do serviço e me agredia e falava muito frias,acabei me separando comecei a me envolver com cocaína e bebidas àquilo Pra mim era sò pra esquecer os problemas mesmo assim na hora eu esquecia tudo que passei mas depois vinha pior doque já tava e minha vontade era sò chorar e tentar acabar com a minha própria vida é isso durou até eu conhecer um outro homem que temos um filho e ele é um rapaz bom mas a gente descidiu morar junto sò que eu foi muito imprudente eu queria uma família mas eu não sei oque passa na minha cabeça que dar vontade de Sumir pra ninguém nunca mas me achar separamos a hoje não dou com nimguem e nem quero mas voutei pra casa da minha mãe mas sou muito homilhada eu tento fazer de tudo pra agradar as pessoas mas sei lá...parece ninguém gosta de mim nem minha família eu não sei me sinto tão sò mesmo tendo tanta gente em meio redor gente me ajudam me de uma palavra de conforto é uma coisa que nunca ouvi na minha vida eu sò não faço besteira com migo mesmo porque tantos meus 2 filhos e eles são pequenos ainda mas sei lá da vontade de larga tudo e todos e sumir pra numca mais eu sempre fazer algum pra distrair minha cabeça mas tudo que eu tento nada da certo eu ultimamente nem durmo direito são tantas coisas que passa na minha cabeça parece um livro tambom thau

    ResponderExcluir
  3. Oi boa tarde,meu nome é Ana clara tenho 21.
    Será que poderia me ajudar?
    Ultimamente ando Agustíada, desanimada, um aperto no coração como se tudo tivesse contra mim...Não sei o que é isso só sei que está me deixando louca não consigo arrumar um namorado,fazer amizades...sinto um ódio tão grande dentro de mim...Por não conseguir nada,coisa assim.me ajude por favor...Estou quase entrando em depressão...uma tristeza profunda andotão arrependida,tenho ciumes de coisas que não me pertence...um grande abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      tenho certeza que a postagem abaixo vai te ajudar:
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2014/07/deixe-ir.html
      bjos

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Olá, eu queria saber se vocês podem me ajudar, eu terminei meu namoro mas me arrependo, porque não era o que eu queria. Na hora eu fiz pensando nela, pensando que ela estava chorando por minha causa e a solução era terminar, ela não acredita que me arrependo ela fala que EU fiz porque quis ninguém me obrigou, e isso era o que eu queria. Mas nao é, na manhã seguinte já falei que queria está com ela, e mandei textos e liguei expliquei que aconteceu e ela só falou que EU terminei então tenho que aguentar as consequências eu não queria termina, não pensei antes de agir foi muito rápido eu só fui lá entreguei a aliança e sai. Tínhamos 6 meses de namoro, nesses 6 meses terminamos duas vezes por minha causa, porém voltei e falei que não ia acontecer e ela aceitou. Agora por eu ter feito besteira e ter terminado, ela pensa que eu pensava que estava na razão. Mas nao tava eu só pensei nela e não na gente, eu quero ela, eu sei que aquilo que falei foi por impulso e porque tava com medo.

      Excluir
  4. Oi boa tarde,meu nome é Ana clara tenho 21.
    Será que poderia me ajudar?
    Ultimamente ando Agustíada, desanimada, um aperto no coração como se tudo tivesse contra mim...Não sei o que é isso só sei que está me deixando louca não consigo arrumar um namorado,fazer amizades...sinto um ódio tão grande dentro de mim...Por não conseguir nada,coisa assim.me ajude por favor...Estou quase entrando em depressão...uma tristeza profunda andotão arrependida,tenho ciumes de coisas que não me pertence...um grande abraço...

    ResponderExcluir
  5. Oo bom dia
    O que eu vou contar aqui não é nada parecido com.os comentários acima. Eu tenho uma vida boa,filhas lindas,um marido muito bom comigo,mas o mundo a minha volta,tá desmoronando... Eu vi a notícia de um jornal a respeito da menininha de apenas dois anos que foi ESTUPRADA e isso acabou comigo, não durmo direito a dois dias,fico imaginando como ela sofreu e quantas outras crianças podem estar sofrendo dessa ou de outras formas por aí.
    Tá doendo muito pensar nisso. Choro o tempo todo.Sofro toda essa dor como se fosse comigo, com minha filha...Da vontade de sumir desse mundo pra não saber mais o quanto podem estar sofrendo essas crianças inocentes
    Eu nem sequer consigo olhar pra um homem na rua sem sentir raiva, nojo,pra mim dentro de todos eles tem um maníaco,pedófilo,nojento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Samela,
      vC é uma pessoa com muito empatia, o que faz que vc sinta em vc, as dores de outras pessoas,
      isso é bom, faz vc, pensar antes de fazer algo errado, além de te dar vontade de fazer algo para ajudar os outros.
      E é nesse lado que vc deve focar.
      Raiva não vai te levar a nada, vc vai ter q aprender a controlar os sentimentos e deixar aflorar apenas os bons.
      Abraços

      Excluir
  6. Oo bom dia
    O que eu vou contar aqui não é nada parecido com.os comentários acima. Eu tenho uma vida boa,filhas lindas,um marido muito bom comigo,mas o mundo a minha volta,tá desmoronando... Eu vi a notícia de um jornal a respeito da menininha de apenas dois anos que foi ESTUPRADA e isso acabou comigo, não durmo direito a dois dias,fico imaginando como ela sofreu e quantas outras crianças podem estar sofrendo dessa ou de outras formas por aí.
    Tá doendo muito pensar nisso. Choro o tempo todo.Sofro toda essa dor como se fosse comigo, com minha filha...Da vontade de sumir desse mundo pra não saber mais o quanto podem estar sofrendo essas crianças inocentes
    Eu nem sequer consigo olhar pra um homem na rua sem sentir raiva, nojo,pra mim dentro de todos eles tem um maníaco,pedófilo,nojento

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tenho 16 anos e exatamente por esse motivo que acham que eu não posso ter problemas! Mas eu tenho
    Trabalho, estudo, namoro, sou filha, Irma, tenho curso e os amigos
    Tudo isso pra dar muita atenção, e as vezes eu não consigo, me estresso e acabo descontando em alguém
    Meus pais não me escutam, de uns dias pra cá, só reclamam de tudo que eu faço ou não faço
    Sei que isso é comum, mas queria saber como lidar com esse estresse sem descontar em ninguém e acabar comprometendo minhas relações com as pessoas que me fazem bem e vivem comigo
    Me ajude por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, essas coisas são mais comuns do que você imagina. Porém, às vezes queremos abraçar o mundo em pouco tempo e com pouquíssimas condições. Às vezes, na adolescência, muitos querem ser "ocupados", dizer "não posso, não tenho tempo", mas a frustração é certa. Chega um momento na vida que o corpo e a mente pedem por um espaço só deles, por um minutinho de paz, a sós com você e você mesma. E como você "não tem tempo" para se dar essa paz e essa tranquilidade, acaba sofrendo e causando o sofrimento alheio. Se organize. Não acumule tarefas, ignore as redes sociais às vezes, esqueça o celular por um instante. Namoro? Não se fixe nisso. Tampouco faça uma maratona diária. Ser filha e irmã não é uma obrigação, uma tarefa que não possa cumprir. Isso é generosidade divina. Nem toda convivência é boa, porém, nem tudo é 100% ruim. Algumas vezes você e sua família se encontram aos risos em um dia qualquer. Saiba, querida, que desacelerar e desestressar só depende de nós mesmos. Ninguém nos obriga a ter tantas responsabilidades sobre nossos ombros. Nós mesmos nos sobrecarregamos. Fique tranquila. Em momentos de explosão, de raiva e frustração, lembre-se não de contar até 10, mas respirar corretamente sempre ajuda e pensar que aquele momento vai passar. "Esconda-se" um pouco, extravase escrevendo. Sempre ajuda. Pode rasgar tudo depois, mas nunca machuque alguém em momentos de raiva. Espero que de alguma forma tenha ajudado você. Seja feliz.

      Excluir
  9. eu nao gosto muito de tocar no asssunto mas eu so queria saber porque minha esposa me trata como se eu fosse um lixo tem vergonha ate de eu deixar ela no serviço quando esta perto da sua mae e irmao me trata como se eu nao fosse ninguem . vive se oferecendo para outros homens mas se eu falar com uma mulher ela fica nervosa .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido, nem toda mulher é um poço de amores. Se ela for nova e ainda não tiver filhos, então trata-se de imaturidade. Mas do contrário, talvez exista algum tipo de frustração da parte dela. Talvez você seja um homem super generoso, carinhoso, amável e gentil e o que ela sente por você seja gratidão pelos momentos em que você esteve ao lado dela em momentos difíceis como um parceiro agradável. Talvez o amor que ela sinta por você não seja o de esposa. Talvez ela tenha tido algumas inversões de valores na adolescência e juventude e, apesar da idade, não tenha amadurecido para um relacionamento sério e duradouro. Não se frustre por isso. Sempre faça de tudo pra salvar o seu casamento. Se ela não for do tipo que senta pra conversar, deixe-a um pouco (não ignorando-a). Isole-a por alguns instantes até que ela sinta vontade de lhe procurar. É normal idealizar a mulher como um poço de amor e carinho, mas nem sempre é assim. Mas não desista. Ame-a, e se não der resultado, saia gentilmente de sua vida. Seja feliz!

      Excluir
  10. Oi tenho 21 anos eu tive um relacionamento de 5 anos e morei junto 2 anos mas terminamos pois foi desgastando morávamos no fundo da mãe dele ; porem não tínhamos liberdade ;faz um ano que terminamos mas eu descobri que amo ele ; ele esta com outra pessoa mas não esta feliz não sei se converso com ele a respeito do que estou sentindo ?

    ResponderExcluir
  11. Oi, meu nome é Roberta e tenho 16 anos. Preciso muito de ajuda, não sei mais o que fazer e como agir. Namoro a 11 meses, no começo foi um namoro maravilhoso, sem palavras do quão bom foi, mas agr estamos a um bom tempo com nossas dias baseados em brigas, elas já fazem parte da nossa rotina. A ultima coisa que quero e terminar, acredito que seja difícil de encontrar alguem como ele para minha vida,ele sempre foi compreensivo, amigo, carinhoso, maduro e que me ama de verdade. Porem comecei a ter ciumes demais, fiquei possessiva, o medo de perder ele só aumentava porque veio aparecendo garotas para atrapalhar. Ele aguenta muita coisa por mim, qualquer um já teria terminado, eu sei, mas ele esta aqui comigo, sempre sendo fiel, mesmo com tanta raiva que passamos um com o outro ele continua ao meu lado. Essas brigas fizeram ele mudar, as brigas são sempre a minha culpa, ele não e o mesmo de antes sabe, eu entendo que eu errei muito e quero mudar para que a pior decisão para nos não seja tomada. Só que para mim esta sendo muito difícil, não consigo mudar, não consigo para de brigar sem saber conversar. Decidi que minhas amigas não são quem irão me ajudar, preciso de ajuda especializada, preciso de uma verdadeira atitude e ideia que me faca mudar de verdade, meu namorado merece, mesmo eu me aborrecendo tanto com ele, eu o amo muito e quero que de tudo certo. Preciso de ajuda!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, onze meses de namoro e algumas brigas acumuladas... Necessidade de mudança e poucas tentativas... Ciúmes, possessividade... Tenha calma. Relacionamentos turbulentos tendem a terminar frustrados e magoados. O que posso dizer é que falta um pouco mais de respeito nesse relacionamento. Respeitar o espaço alheio é confiar, é amar, é aceitar as mudanças. Na sua idade esse comportamento instável pode ser considerado normal. Mas não sinta-se obrigada a agir com insegurança por causa da sua idade. Mostre-se firme e segura. Ele notará a mudança. Sobre "ser aborrecida", procure meditar, ler mais, cantar mais músicas boas. Vários fatores externos podem contribuir com a melhora do humor. Não sinta um ciúme exagerado. Como? Respeitando. Se ele também lhe respeitar, então não haverá conflitos no relacionamento.

      Excluir
    2. Tem como me da outra dica? Mesmo com tudo que disse é difícil pra mim, é difícil parar de me importar com ele conversa por exemplo, me preocupo que ele de mais atenção a outras pessoas, essas coisas de demorar a responder sabe..

      Excluir
  12. Oi tenho 21 anos eu tive um relacionamento de 5 anos e morei junto 2 anos mas terminamos pois foi desgastando morávamos no fundo da mãe dele ; porem não tínhamos liberdade ;faz um ano que terminamos mas eu descobri que amo ele ; ele esta com outra pessoa mas não esta feliz não sei se converso com ele a respeito do que estou sentindo ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conversa, sempre melhor arriscar pra vê no que vai da

      Excluir
  13. Bom dia meu nome Adalgisa, não sei quando começou, não sei se foi quando meu marido me largou grávida de quatro meses, ou quando tive meu segundo filho hoje com quatro anos, mas engordei tanto que nao tenho animo para nada, fico o dia interio deitada, não sai na rua, nem para o trabalho estou indo mais, tenho vergonha q as pessoas me vejam, minha casa só vive fechada, corro do contato com outras pessoas, quero sair dessa mas não consigo, é mais forte que eu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adalgisa,
      Não leve em consideração o que os outros pensam de você!
      Assim, vc nunca vai ser feliz.
      A vida é sua e você faz o que vc quiser, sem precisar se preocupar com que os outros vão falar.
      Leia essa postagem, irá te ajudar:
      https://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/09/psicologa-responde-felicidade.html
      Abraços

      Excluir
  14. Bom dia meu nome Adalgisa, não sei quando começou, não sei se foi quando meu marido me largou grávida de quatro meses, ou quando tive meu segundo filho hoje com quatro anos, mas engordei tanto que nao tenho animo para nada, fico o dia interio deitada, não sai na rua, nem para o trabalho estou indo mais, tenho vergonha q as pessoas me vejam, minha casa só vive fechada, corro do contato com outras pessoas, quero sair dessa mas não consigo, é mais forte que eu.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia!
    To angustiada depois de 16 anos, me separei e estou começando em um novo relacionamento, mas perdi o romantismo, parece que tudo que faço para agrada-lo é errado.
    Perdi a minha sensibilidade, e sou uma pessoa muito insegura.
    Estou desesperada, tenho medo de perde-lo.
    Como resgatar a minha sensibilidade ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliane,
      é normal depois de se frustar com um relacionamento, ficar mais insegura na próxima relação,
      não se preocupe, conte isso para o seu parceiro, se ele te ama de verdade, ele vai entender e esperar o tempo que for necessário para você se sentir a vontade com essa nova situação.
      Abraços.

      Excluir
  16. Bom dia!
    To angustiada depois de 16 anos, me separei e estou começando em um novo relacionamento, mas perdi o romantismo, parece que tudo que faço para agrada-lo é errado.
    Perdi a minha sensibilidade, e sou uma pessoa muito insegura.
    Estou desesperada, tenho medo de perde-lo.
    Como resgatar a minha sensibilidade ?

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde meu nome é Danielle tenho 20 anos e este último ano resolvi morar com meu pai pois a minha relação com meu padrasto não estava boa na minha cabeça eu acreditava que minha mãe merecia alguém melhor por ter acontecido fatos antecedentes que me fez pensar isso só que minha mãe é uma pessoa muito depressiva foi abusada desde pequena pelo próprio tio e engravidou de mim com 12 anos quando conheceu meu pai.Enfim desde que tenho consciência eu vivia pra ela não tive infância pois sempre tinha que cuidar dos meus irmaos e da limpeza da casa e até da minha mãe cheguei a um ponto que precisava cuidar de mim mesmo agora estou na casa do meu pai e minha mãe pedido pra voltar pra casa .O que devo fazer

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde meu nome é Danielle tenho 20 anos e este último ano resolvi morar com meu pai pois a minha relação com meu padrasto não estava boa na minha cabeça eu acreditava que minha mãe merecia alguém melhor por ter acontecido fatos antecedentes que me fez pensar isso só que minha mãe é uma pessoa muito depressiva foi abusada desde pequena pelo próprio tio e engravidou de mim com 12 anos quando conheceu meu pai.Enfim desde que tenho consciência eu vivia pra ela não tive infância pois sempre tinha que cuidar dos meus irmaos e da limpeza da casa e até da minha mãe cheguei a um ponto que precisava cuidar de mim mesmo agora estou na casa do meu pai e minha mãe pedido pra voltar pra casa .O que devo fazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Danielle,
      Nossa fiquei pasma com a história que você falou!
      Independente do lugar que você morar, você pode ajudar a sua mãe.
      Não se prenda por isso,
      caso sua mãe queira conversar com um dos nossos voluntários, peça p ela procurar o blog, que tentamos ajudar daqui no que for possível.
      Abraços

      Excluir
  19. Olá, ultimamente venho me sentindo sozinha no mundo, venho à noites chorando, muitas das vezes sem motivo aparente, vem apenas a onda de choro. Ao dia, vivo muito cansada, tenho sono na maior parte do tempo, mas às vezes de madrugada, tenho insônia. Como disse anteriormente, me vejo sem ninguém ao mundo, acredito que ninguém precisa se importar comigo ou precisa de mim, não sei se t tenho coragem suficiente para me desabafar com meus pais, eles podem achar tudo isso algo fútil de adolescente, só sei que não aguento mais tudo isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, nem tudo está perdido. Sua insegurança é uma falta de algo que não está preenchido ainda. Procure passear mais, ainda que sozinha. Procure escrever esses sentimentos. Agora, uma coisa é certa, se ocupe com algum trabalho (não precisa ser remunerado). A ociosidade nos tira o ânimo de viver. O excesso de tempo livre nem sempre nos beneficia. Encontre algo pra fazer, colabore mais nos serviços domésticos, saia mais da frente da tv e do computador. Às vezes, as coisas que vemos e ouvimos prejudicam ainda mais os nossos sentidos e convivência. Lembre que seus pais não são experts nessa profissão. Eles descobrem, a cada fase sua, como lidar com você e, ao mesmo tempo, com eles mesmos. Não precisa chamar os dois de uma só vez para uma conversa. Interaja com quem te passa maior confiança e coragem. Geralmente as meninas descobrem no pai a amizade que não encontram na mãe. Procure conversar ao invés de "jogar conversa fora". Espero ter lhe ajudado de alguma forma. Seja feliz!

      Excluir
  20. Bem,Eu terminei um relacionamento e no começo eu estava bem e decidida a seguir a minha vida,agora um mês depois eu estou sofrendo muito por causa disso,perdoe noites de sono,sonho com o meu ex,acordo chorando e não consigo mais dormir, nem nos meus sonhos eu tenho paz.Nos conversamos e pior não poderia ser ele já superou e há me esqueceu,está seguindo a vida dele,eu sinceramente ico Feliz porque ele é mais pessoa incrível que me fez muito feliz.o problema é que a lembrança ele resolveu me atormentar só agora um mês após o término.Nao aguerra tô mais chorar e perder noites de sono por conta disso.Pra todas as pessoas que conheço sou elogiada por eles,que dizem que queriam ser tão fortes e maduros quanto eu,me sinto péssima por não encontrar minhas forças agora,é assim que um me sinto agora..completamente despedaçada.Ele foi o primeiro homem que eu amei,foi o primeiro pra qual eu meentreguei....Preciso de ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Poli,
      Todo termino de relacionamento é ruim, como este foi o mais importante p vc até agora, vc acredita que não encontrará ninguém melhor, o que não é verdade.
      Vc está passando por um luto, mas calma isso é importante para a sua recuperação.
      O que vc não pode pensar q nunca vai encontrar ninguém melhor do que ele.
      Tenha fé, tudo vai dar certo!
      Abraços

      Excluir
  21. Boa tarde, estou a procura de ajuda pq me vejo em um descontrole emocional....tenho um constante medo de perder quem esta a minha volta , meu filho e minha companheira.
    sou muito insegura ...não sei se pelo que ja passei no passado traições e tal mas sei que ela não tem nada aver com isso é outra pessoa . mas sinto que quero controlar td pra que nada fuja das minhas mãos, não é assim que quero, mas quando me dou conta é assim que estou agindo, quando percebo ja disse e fiz coisas que me arrependo. à poucos dias ouvi um frase... " ou vc é feliz ou vc tem razão". será msm assim ???
    me ajude ! não quero perder as pessoas que mais amooo !

    Grata aguardo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maíra!
      Em um relacionamento brigas acontecem, isso é natural, é a forma que as pessoas encontram para tentar mudar a outra pessoa e não a perder.
      Em um relacionamento todos devem ceder, essa carga não pode ficar para apenas uma pessoa, que não dá certo.
      Converse com a sua companheira, tenho certeza que vcs vão encontrar uma solução.
      Abraços

      Excluir
  22. Bom dia.
    Bom, me chamo Marcos, moro no RJ, e tenho uma história de vida, muito criticado, sobre tudo, pelas mulheres.
    Tenho duas namoradas, uma delas, advogada, 31a e me ama demais, como eu também a amo, a outra, 25a, formada em RH, muito amiga, dedicada, alias, são iguais no tratamento dispensado a mim.
    A advogada, desde 2011, a traí com a mais nova, fomos flagrados e daí tudo mudou, obvio, porém, algo foi ficando irresistivel, a minha vontade de estar mais tempo com a de 25a, comecei a perceber, que só conseguia ser feliz junto com as duas, pois a advogada, me traz muitos conflitos, é autoritaria, extremamente ciumenta, violenta, enquanto a do RH, é muito mais madura, me deixa tranquilo, é bem o que preciso, pois a advogada, me deixou doente, hipertenso, mas isso foi superado, pois nos separamos por 3 meses, ela seguiu a vida, conheceu outris caras, mas nunca gostou de nenhum, eu a procurei após esse periodo, voltamos a sair e logo vieram as cobranças, até que culminou na ida dela até a casa da de 25a, depois de muitas palavras, me decidi perante as duas a optar pela de 25a.
    A advogada foi embora, e algum tempo depois, eu a procurei e novamente demos inicio a uma nova investida, sexo como fazíamos, muito bom por sinal, em todos os lugares, agora, traía a de 25a com a advogada.
    Apesar da de 25a ser linda, madura, me amar ao ponto de afirmar que nunca amou alguém como eu, coisa que a advogada sempre diz também, eu faço comparações m, como corpo, pique para as atividades fisicas que tanto curto, e claro, o sexo, é bom com as duas, mas a advogada me apetece bem mais. Eu quero paz, mas uma paz acompamhada de certeza pela melhor companheira, pois me cansei dessa historia de faze-las sofrer.
    Resumindo, a de 24a, me da paz, lita por minhas conquistas, se apresenta como um porto seguro e prospero, mas ainda não me deu aquela turbulência caótica que a advogada me dá, as minhas barreiras, em por que não ficar logo com a advogada, vem pelo fato de d'eu ter um medo de a escolher e devido todo desgaste, não ficar com ela e de quebra, perder a de 25a, que sempre me fala que a advogada sempre me dá peeturbações e que de fafo, é verdade.
    Uma me da a calmaria que preciso, a outra, o caos que gosto.
    Não quero magoar a de 25a, mas esses encontros recorrentes com a advogada, a magoam do mesmo jeito, e a minha pernanencia com a de 25a, magoa a advogada.
    E agora, alguém pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário foi respondido em:
      https://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/11/desabafo-para-um-homem-que-esta-traindo.html

      Excluir
  23. olá, bom dia!
    meu nome é mailton me casei recentemente e no inicio do meu casamento tive uma vida financeira controlada ganhava o suficiente para pedir que minha esposa deixasse o trabalho dela e dedicasse a familia o que ela fez com muita alegria.trabalho na area de construção civil e ouve uma grande queda na minha cidade e todos os meus clientes deixaram de construir. cai numa crise mais eu vejo grandes oportunidade de me levantar de novo estou usando outros meios de conseguir cliente e assim sair da crise. mas eu me sinto desestimulado não estou conseguindo trabalhar serviço que eu fazia numa semana hoje to passando mês chateando o cliente muitas vezes, estou consciente do meu erro e tento o máximo mais parece ser mais forte do que eu e eu estou me afundando cada vez mais e mais.por favor alguem me ajude!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mailson,a primeira coisa que tem que fazer e parar e se culpar e fingir ser forte pra sua mulher,isso pode parecer algo bobo mas pode causar uma depressão,e acredite usando eu digo que é um verdadeiro inferno sair dessa doença.
      Segundo,converse com a sua mulher,diga a ela o que está acontecendo,as mulheres a sabem quando tem algo errado e como sua esposa ela está ali pra te ajudar"na alegria e na tristeza"conversé com ela,não há nada melhor que dividir o problema ombro alguém é tirar um rende peso das costas.Vocês dois juntos como um casal vão decidir o que é melhor para a sua família e vão passar por esse que nada mais é que "só mais um problema",vocês tem um ao outro pra se apoiar.Boa sorte!

      Excluir
  24. Bem,Marcos,ao meu ver você está dividido entrealmente essas duas mulheres,ambas te proporcionam coisas que te agradam e isso é bom.É normal nos sentirmos divididos quando conhecemos duas pessoas maravilhosas.
    O meu conselho pra você é:Se afaste por um tempo das duas,foque em outras coisas como ,trabalho,hobby's,saia com os amigos....Com o tempo você vai acabar descobrindo de quem gosta realmente.Ficar longe das duas vai te dar a oportunidade e pensar sem tê-las por perto para influenciar na sua decisão.Isso leva tempo,você não vai descobrir isso do dia pra noite.De fato,ficando com as duas os três podem sair magoados.Uma mulher não quer dividir a pessoa que ela ama com outra mulher,e você tem que consciência e que está magoando elas.Se continuar como está as duas podem se cansar e você acabará sem nenhuma!
    Então faça outras coisas,que com o tempo você obterá a resposta que precisa.Boa sorte!

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Boa noite
    Meu nome é keila.
    Estou naquela fase de já saber o quero para minha vida,q profissão quero.Tenho um sonho,uma vontade,um desejo enorme de ser veterinaria,só q ai é q tá,sou muito influenciada pelos meus pais,e a minha mãe fica me dizendo q não tenho vocação para exercer a profissão,por conta de ue ficar pirraçando o meu cachorro,não faço maldade,nunca,longe de mim!
    Então resolvi fazer um curso de assistente administrativo,dai resolvi fazer adm,ja "desistir" de fazer medicina veterinária,por gostar de está em escritório,de solucionar problemas,de está em um cargo de "liderança" resolvi fazer adm,só q ai é q tá,não é exatamente isso q eu quero,e o meu pai já foi criticando dizendo q não é um cargo muito bom,q fica isolado e tudo mais,dai já tirei da minha cabeça isso.
    Na realidade mesmo,não tô me sentindo capaz de fazer nada,de exercer qualquer tipo de profissão,Não sei o q fazer.Não quero decepcionar meu pai e tabm não quero estar exerendo um aprofissão q não vou estar n aminha zona de conforto!
    Não sei o q fazer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Keila!
      Primeiramente, escolha a profissão que vc mais se identifica, sem levar em consideração a opinião dos seus pais, dinheiro, ou qualquer outra motivo que não seja a sua vocação.
      Fazendo o que vc gosta, vc vai ser feliz, e vc sendo feliz seus pais vão te apoiar.
      Faça um teste vocacional se estiver em dúvida ;)
      Abraços

      Excluir
  27. Sempre fui bem animado, com muitos amigos, saia pouco pois meu pai falecido em 2000 me proibir de sair com meus amigos mesmo eu tendo 20 anos na época. Só podia sair com ele pro bar tomar uma cerveja pois ele morria de medo de eu me envolver com drogas! Aos 16 anos me relacionei com uma prima da mesma idade e ela era virgem, me acusou de ter feito à força. Fiquei envergonhado com tudo isso e como sempre fui muito timido deixei acreditarem que ela estava certa! A partir daí e com falecimento do meu pai me sinto mal, pois além disso tudo mais 5 parentes muito próximos faleceram em dois meses( desses parentes dois moravam comigo). Desde aí (2000) até hj, tenho medo da morte, choro demais sem saber porque, tive uma overdose de cocaina e já fui internado por uso crônico de crack. As vezes penso ser macumba, maldição colocada na família. Mesmo assim fiz faculdade, me formei em 2009, mas não acredito que nada de certo pra mim, evito conhecer pessoas pq acredito q elas vãoe achar sem graça. Hj em dia sou alcoolatra, sem emprego, sem expectativa de avançar na vida! Eu penso em continuar bebendo até o dia último de minha vida pois não tenho coragem de tirar minha vida(suicídio). Sem as drogas ilícitas eu bebo o máximo que consigo até apagar. Meu pai faleceu com 50 anos de infarto e tratava de depressão! Tenho 36 anos. Aparecem as vezes chances de emprego mas eu nem vou atrás pois parece q meu corpo diz; não vá pois não vai dar certo mesmo! Amigos me chamam pra ir em festas etc, o máximo q faço é ir na rua pra beber pinga num bar, pois sempre compro litros pra beber em casa mesmo pra não precisar sair e ver ou conversar com alguém...., tem muita coisa, mas é tanto q não quero falar mais agora! Único medicamento que tomo no momento é clonazepam pois meu psiquiatra me disse que nunca devo parar de tomar ele pois voltar pras drogas seria num piscar de olhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esquecendo de dizer? Agora com 36 anos passo meus dias sentado no sofá ou numa cadeira sempre bebendo pinga, a pouco tempo não consigo mais me concentrar quando penso em trabalhar ou como melhorar as coisas, parece que tem algo q bloqueia quando vou pensar positivo. De 2 anos pra cá minha irmã foi diagnosticada como doente mental por um psiquiatra e não toma os medicamentos q passam pois segundo ela é medicamento pra doido! Nesse tempo ela perturba a vida da família inteira bebendo e arrumando problemas sérios! Ninguém aceita internar ela sei lá pq! Dae, de 2 anos pra cá é tanta tensão que eu estou começando a me sentir um doente de hospício! Meu medo é de minha mãe se falecer antes de mim eu não ter o que comer! Isso martela na minha cabeça todos os dias

      Excluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Olá ! Tenho um filho de36 anos , sempre foi muito genioso ,mas muito bom honesto e leal .
    Ele é explosivo , e as vezes imaturo, mas vem evoluindo e tentando se controlar .Mas uma coisa me deixa triste e preocupada , ja ha algum tempo ele diz que será igual a um mito de Rock e que vai morrer antes dos 40. Será que é pra chamar atenção ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      olha, apenas com a sua descrição é dificil de saber, mas pela idade dele (36 anos), talvez seja algo para se preocupar,
      afinal ele não é mais adolescente para querer chamar a atenção desse jeito.

      Excluir
  30. Olá ! Tenho um filho de36 anos , sempre foi muito genioso ,mas muito bom honesto e leal .
    Ele é explosivo , e as vezes imaturo, mas vem evoluindo e tentando se controlar .Mas uma coisa me deixa triste e preocupada , ja ha algum tempo ele diz que será igual a um mito de Rock e que vai morrer antes dos 40. Será que é pra chamar atenção ?

    ResponderExcluir
  31. tenho uma amiga ela tem uma coisa muito estranha ela faz coisas ki n lenbra como acordar a noite e sair de casa quando ela se lenbra ela ta chegando em casa n lenbra pra onde foi nem o q fez.e cada dia ta piorando antes era so anokte e agora tambem durante o dia ele perdeu o enprego por q diseram ki ela chegava la e depois ela sai o dia enteiro e so valtava a no fim do espidiente ela diz ki so lenbra de sai de casa de manha e quando chega de tarde o q poder ser isso tem mas coisas so ki n dar pra explicar agora

    ResponderExcluir
  32. Boa noite, estou passando por problemas psicológicos, atuo em mercado financeiro, por consequencia obtive várias perdas, hoje mesmo com pouco dinheiro fico com medo de operar, coisa que antigamente não havia, ou seja, quando perdia era porque ia fundo demais na confiança, hoje estou perdendo por já não saber lidar com a perda e também por ter medo de errar... Alguma dica? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário foi respondido em: http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/11/maior-o-risco-maior-o-lucro.html
      Abraços.

      Excluir
  33. oi estou passado por um momento muito ruim na minha vida esse ano tem sido o pior na minha vida ,fiquei sem trabalho a 8 meses ate nada isso ta me deixando totalmente sem animo me sinto doente com alguma doença contagiosa porque eu deixo curriclo onde tão precisando de gente e nada de entrevista ,alem disso tem minha familia que convivo por obrigação em casa onde tudo de errado de alguma forma e minha culpa ja fui acusado de tantas coisas horriveis que não fiz e nem vou fazer isso me deixa super mal em ser acusado de roubo ou de quebra algo e como se fosse filho unico sendo que tenho 2 irmaos aqui ja pensei varias em se mata e ainda penso ja que n consigo um emprego pra viver a minha vida parece agoismo mas doe se acusado de tudo que acontece de errado sendo que voçê não tem culpa eu nem fome sinto mas so vontade de chora e morre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá David,
      estamos passando por uma crise terrível,
      assim como vc, outras milhares de pessoas estão desempregadas e não conseguem arrumar emprego.
      O importante é não desanimar,
      não ter conseguido até agora não é sua culpa,
      não estamos é um bom momento.
      Esperamos q melhore para ano q vem.

      Excluir
  34. Oi , meu nome é mariana , tenho 16 anos , bom .... e meu pai e meus monstro desde meus 4 anos que vivo o inferno , meu pai e um homem totalmente agressivo
    E desde que eu me conheço por gente ele espanca minha mãe, eu era muito jovem para poder fazer algo pois isso já começou antes mesmo de eu nascer .... e horrível pois o homem que deveria ser meu herói na verdade é meu monstro , cresci pensando por muito tempo que um homem deveria bater em uma mulher , eu cresci revoltada angustiada e depressiva , comecei a auto mutilação com apenas 8 anos de idade SIM 8 anos , tenho medo das pessoas medo de sai de casa , não sinto vontade de nada , acordar e pensar "sobrevivi mais um dia " . Ele havia parado com isso há 3 anos mas a alguns dias eles estavam brigando e ele bateu forte na porta ... eu rapidamente comecei a chorar tanto e gritei tão alto , eu paralise na porta do banheiro , me joguei no chão e comecei a me movimentar de frente para trás foI horrível , tenho mt trauma e mt me do disso tudo voltar a acontecer tenho muitos outros problemas muitos outros mas esse é o que deixou mais marcas , já tive anorexia e bulimia por causa disso , o pior de tudo e saber que minha mãe ama mais ele do que me ama ... Por isso ela sempre o perdoa ... e sempre me deixa de lado , mal ela sabe que a qualquer momento eu iria me matar . Só queria saber se devo realmente começar um tratamento psicólogo ? Ou se isso tudo e normal ...

    ResponderExcluir
  35. Oi , meu nome é mariana , tenho 16 anos , bom .... e meu pai e meus monstro desde meus 4 anos que vivo o inferno , meu pai e um homem totalmente agressivo
    E desde que eu me conheço por gente ele espanca minha mãe, eu era muito jovem para poder fazer algo pois isso já começou antes mesmo de eu nascer .... e horrível pois o homem que deveria ser meu herói na verdade é meu monstro , cresci pensando por muito tempo que um homem deveria bater em uma mulher , eu cresci revoltada angustiada e depressiva , comecei a auto mutilação com apenas 8 anos de idade SIM 8 anos , tenho medo das pessoas medo de sai de casa , não sinto vontade de nada , acordar e pensar "sobrevivi mais um dia " . Ele havia parado com isso há 3 anos mas a alguns dias eles estavam brigando e ele bateu forte na porta ... eu rapidamente comecei a chorar tanto e gritei tão alto , eu paralise na porta do banheiro , me joguei no chão e comecei a me movimentar de frente para trás foI horrível , tenho mt trauma e mt me do disso tudo voltar a acontecer tenho muitos outros problemas muitos outros mas esse é o que deixou mais marcas , já tive anorexia e bulimia por causa disso , o pior de tudo e saber que minha mãe ama mais ele do que me ama ... Por isso ela sempre o perdoa ... e sempre me deixa de lado , mal ela sabe que a qualquer momento eu iria me matar . Só queria saber se devo realmente começar um tratamento psicólogo ? Ou se isso tudo e normal ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meus deus isso e uma torturo n sei como vc ta viva ainda vc tem ki ter uma ajuda o mas rapido possivel ja era pra ter procurado eu tamben vivei algo paresido mas com o passar do anos eu fui ficando mas forte e hj eu comtrolo a situaçao mas vc e muito indefesa vc temn ki procura ajuda e o resto de sua familia n ajudaria vc n ?

      Excluir
    2. Então ... na verdade ninguém se importa da minha família eu já tentei Alertar alguns dos meus familiares porem eles dizem que isso coisas de adolescentes .... meu pai e um anjo para eles ... me sinto mt sozinha e isso prejudica até mesmo o meu relacionamentô com as pessoas :( queria mt ir no psicologo mas toda vez que eu falo em psicólogo eles acham que estou louca .... eu também n sei como estou viva .

      Excluir
    3. pois e mari e muito complicado seu caso mas n pode desistir de viver e nem de procura ajuda queria poder ti ajudar mas n sei como o q posso fazer e ti a conselha a ir no psicologo procura algum meio n sei mas tem ki ir se eu podese ajudar juro ki ajudaria mas n tenho dinheiro e nem comtatos to de maos atada mas n desiste vc consegue seja forte ♥

      Excluir
    4. Mesmo assim mt obrigado pelas palavras isso é mt importante ❤

      Excluir
  36. Eu tô passando por uma fase difícil , de crise de ciúmes, desde de uma decepção eu não consigo mais confiar em ninguem e estou a Beira de perder que eu amo por que não consigo confiar o que eu faço? Pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Calma, não se desespere,é dificil confiar depois de uma decepção,
      com o tempo vc vai confiar de novo.
      Agora, converse com a pessoa, fale o que aconteceu com vc,
      peça p pessoa ser compreensiva,
      que no momento em que vc estiver preparada, vc vai confiar de novo.
      Tenho certeza que a pessoa vai entender (vai continuar não gostando de ciumes excessivo, mas irá entender).

      Excluir
  37. Eu tô passando por uma fase difícil , de crise de ciúmes, desde de uma decepção eu não consigo mais confiar em ninguem e estou a Beira de perder que eu amo por que não consigo confiar o que eu faço? Pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  38. Olá, eu minha mulher temos uma diferença de idade que pra mim sempre foi boa, eu tenho 27 e ela 40 e tem 3 filhas, as quais eu amo demais, morávamos juntos, apesar dela não gostar do peso do casamento, decidimos que iriamos continuar morando em casas separasas mas com o relacionamento normal, 2 dias depois ela me tratando bem mal, eu conversei com ela, pedi pra que ela parasse e pensasse nas atitudes dela, e ela então decidiu que era melhor se separar, eu estou tentando de tudo pra voltar, mas ela se recusa a me encontrar, conversar ou sair cmg, pergutei se ela queria me remover das redes sociais pra não ficar vendo toda hora, mas ela disse que não , ela disse que ainda me amavá a menos de 1 semana atrás, e eu sou completamente louco por ela, não sei se é o fim ou se devo dar um tempo e esperar antes de falar com ela de novo, tenho medo dela não sentir minha falta, acredito que ela me ache imaturo e talvez um pouco acomodado em fazer o necessário apenas e não mais, eu apesar de concordar com algumas coisas, mudei mt pra melhor, muito por conta dela e da companhia dela, ela é uma mulher incrível e eu não sei o que fazer com esse amor que tá doendo no meu peito.

    ResponderExcluir
  39. Oi, eu não sei o que está acontecendo comigo. Há algumas semanas eu venho chorando atoa, por qualquer coisa as lágrimas vem. Não consigo dormir a noite e de manhã fico exausta. Estou desanimada. Meus amigos me chamam pra sair e eu me arrumo, mas na hora eu entristeço e desisto. Na madrugada, meus pensamentos me levam a imagens em que eu estou sofrendo um acidente de carro e ficando em coma. Não consigo sentir fome. Minha mãe está preocupada, mas eu digo que não é nada. Porque nem eu sei o que é!
    Até escrevendo isso eu choro. Mês passado eu desisti da faculdade, minha mãe ficou louca. Mas não era o que eu queria. O problema é que eu não sei o que quero. Ela ainda joga na minha cara que perdi uma oportunidade grande e deixa mal. Não quero ficar em casa, mas sair do meu quarto tem sido muito difícil.
    ALGUÉM POR FAVOR, ME AJUDA!

    ResponderExcluir
  40. Olá, queria pedir a ajuda de vocês,quando tinha 8 anos matei meu gato queimado, nao senti nada, nenhum remorso por ele, e eu que pedi a minha mãe para me dar o gatinho, eu nem se quer fiquei triste quando ele passou três dias sentindo dor antes de morrer. Depois quando eu tinha nove, fui abusada sexualmente, e de vez enquanto tenho pensamentos malvados com as pessoas que eu não gosto,ou que me irritam, e toda a noite tenho sonhos conturbados com muita morte e sangue,gosto de ver crianças chorando e principalmente quando o motivo do choro é por causa de algum machucado, fico estressada facilmente, pfv me expliquem o que está acontecendo comigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      ter pensamento maus não significa que vc é uma pessoa má.
      Afinal, ninguém é santo,
      agora tudo em excesso faz mal.
      pelo fato de ter sido abusada, enfim, fica difícil dar um diagnostico assim, talvez vc deva fazer uma terapia, p ficar mais calma, e superar seus traumas.

      Excluir
  41. Bom dia. Gostaria que me ajudassem com respeito a minha enteada. A mãe dela a abandonou com seis meses..meu marido cuida dela desde então e devido a vida devassa dela a impede de ver a menina. Estou a dois anos com o pai dela e o pai dela quer que eu assuma como se fosse minha filha. Quando começamos a namorar a criança tinha 4 anos, hoje está com 6 anos e faz de tudo pra me enlouquecer! Principalmente agora que estou grávida. Ela é muito teimosa, desobediente e pirracenta. Detalhe: todos da minha família a acolheu como neta e sobrinha. Mas devido a ela ter a personalidade da mãe mesmo não tendo convivido com ela, não consigo vê la como minha filha, o pai até a ensinou a me chamar de mãe e me sinto culpada por isso e tentei de tudo pras coisas serem diferentes. O que fazer pra manter a harmonia na família e meu equilíbrio emocional e mental?

    ResponderExcluir
  42. Bom dia. Gostaria que me ajudassem com respeito a minha enteada. A mãe dela a abandonou com seis meses..meu marido cuida dela desde então e devido a vida devassa dela a impede de ver a menina. Estou a dois anos com o pai dela e o pai dela quer que eu assuma como se fosse minha filha. Quando começamos a namorar a criança tinha 4 anos, hoje está com 6 anos e faz de tudo pra me enlouquecer! Principalmente agora que estou grávida. Ela é muito teimosa, desobediente e pirracenta. Detalhe: todos da minha família a acolheu como neta e sobrinha. Mas devido a ela ter a personalidade da mãe mesmo não tendo convivido com ela, não consigo vê la como minha filha, o pai até a ensinou a me chamar de mãe e me sinto culpada por isso e tentei de tudo pras coisas serem diferentes. O que fazer pra manter a harmonia na família e meu equilíbrio emocional e mental?

    ResponderExcluir
  43. Oi, sou uma adolescente de 17 anos, a mais de um ano minha vida se tornou algo que já não sei mais o que fazer, me sinto perdida e sozinha, moro praticamente sozinha meus pais tem suas casas em municípios diferentes, eu moro em uma que eles passam de viagem por lá, tenho um relacionamento já à mais de 1 ano, meus pais não aceitam meu namoro. Ultimamente ando com medo de tudo, não consigo mais ficar sozinha em casa, simplesmente não consigo mais dormir no escuro, sempre imagino que algo ou alguém vai sair de um ponto mais escuro da casa, as veles tenho a impressão de ter ouvido coisas, ruídos, pessoas falando, sendo que estou sozinha em casa, passo a noite acordada esperado alguma coisa acontecer e quando tento esquecer e dormir sempre aparece algum barulho ou sinto alguma coisa se mover em minha volta. Com isso , quando fico sozinha vou dormir na casa do meu namorado, e acabo passando dias lá, assim eu nem sei mais se ainda gosto dele ou se é só o costume de está lá direto. Me sinto vazia, quero mudar, sair dessa rotina, sinto que faço tudo por monotonia, sei que preciso mudar, mas não sei como, me sinto perdida e sufocada e ao mesmo tempo aterrorizada, ultimamente qualquer coisa me fere e sinto logo a vontade de chorar, tem tanta coisa em mim que já nem sei mais o que sinto ou como explicar isso à alguém. Por favor uma resposta!? :)

    ResponderExcluir
  44. Oi meu nome é Debora, tenho 23 anos, quando eu tinha 15 anos conheci um rapaz q morava em outro estado, e namoramos a distancia por 3 anos, daí quando completei 18 anos e fiquei de maior fui visita-lo e ele me pediu em casamento, casamos e em poucos menos de 2 anos nos separamos, erámos muito imaturos, e o fato dele nao ter planos e qrer ter filho era o q mais me magoava pois eu tinha muita vontande, ele vivia debaixo da barra da saia da mãe dele, por sinal atrapalhava nosso relacionamento...Passou – se algum tempo separados ele foi se envolvendo com outras pessoas e eu tmbm!! E foi nesse periodo que eu conheci um rapaz q se chama Francisco, comecei a gostar dele, porém tive q voltar p casa dos meus pais, q é em outro estado, e a historia foi se repetindo novamente, eu viaja pra visita-lo de 2 em dois meses, e o meu amor foi só aumentando, e as promessas tmbm, ele me pedia um filho e isso me deixava iludida ainda mais, e nessas idas e vindas, eu engravidei. E foi ai q o meu drama todo começou novamente... Quando eu dei a noticia a ele q estava gravida ele mudou totalmente, dizia q eu podia contar com ele como amigo para o q eu precisasse, tipo: tirou o dele da reta, eu passei minha gestação todinha sem a presença dele e lembrar disso dói muito, me machuca por dentro, eu tenho um rancor muito grande por isso, e mesmo assim sempre procurei entende-lo , ele trabalha em uma fábrica de segunda á sabado e as vezes ate nos domingos, eu sempre dava noticias de mim e do bebê para ele perceber q ele ainda era importante p mim, sempre mantemos contatos, as vezes eu procurava esquecer ele e sumiu mais quando dava 01 mês voltava a manter contato novamente, ele me oferecia ajuda em dinheiro e eu n aceitava pq o q eu qria msm era a presença dele, sempre fui muito orgulhosa, o pior de tudo é q nesse período todo em n me envolvi com ninguém, esperando por ele, e enquanto isso ele tava vivendo a vida dele normal La, saindo, estudando, trabalhando... passou os 09 meses eu procurava ser forte para q o meu bebê n sentisse, mais confesso q foi muito dolorido sem a presença dele, ele n veio nenhum dia me visitar e nem pediu para q eu fosse até ele. Nosso filho nasceu e ele n veio visitar, eu sempre perguntei pq ele n vinha ele dizia pq n tinha tempo, então quando nosso filho completou 03 meses eu resolvi levar nosso filho pra ele conhcer, passamos uma semana com ele (ele mora com 02 amigos), e nem isso fez ele mudar de opnião, quanto estive lá parecia q éramos estranhos e ele não quis fazer sexo comigo em nenhum dia, depois disso fomos visitar ele quando nosso filho completou 10 meses, por 15 dias, fizemos relação duas vezes com muita luta minha, e nada de falar em casamento... Eu me encontro perdida sabe!! tô deixando minha vida passar esperando ele se decidir, nos tratamos bem, ele diz q sente nossa falta, q nao está intabilizado pra morar-mos juntos, mais q gosta de mim e se preocupa tmbm... eu qria entender, eu nao sei que decisão tomar, tô confusa, e desde de q nos conhecemos vai completar 03 anos agr dia 17 de janeiro de 2017, e meu filho 01 anos mês q vem...POR FAVOR eu preciso de conselhos, estou sofrendo muito, ser mãe solteira nao está sendo facil, eu tenho medo de desistir, deixar de manter contato com ele (tipo abandonar) e me arrepender, n consigo me ver com outra pessoa e nem vê-lo com outra, eu trabalho e planejo começar um curso próximo ano, se Deus quizer. desde já agradeço! bom dia.

    ResponderExcluir
  45. Meu neto muitas vezes quando fica nervoso ou quando alguém O dá um beijo ou um abraço

    Ele tem 3 anos e 3 meses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      ele é mto novo ainda,
      pode ser apenas a personalidade dele...

      Excluir
  46. Ola,sinto que necessito de muita ajuda, espero que me ajudem.
    tenho 31 anos, nao me sinto feliz, exceto quando estou ao lado do meu filho, sou muito ciumenta, controladora e possessiva. Meu casamento ta por um fio onde rompe cada dia mais. tento ser outra pessoa, controlar essa minha possessividade e não tenho sucesso. Meu marido diz que só sei reclamar, ver lado ruim das coisas e que não me dou bem com ninguém.
    Realmente não tenho amigos, me considero carente, nao tenho amigos e me culpo porque nao tenho e sinto inveja de ter.
    tenho problemas na familia, nao falo com minha tem mais de 1 ano, e com meu iarmao tbm, me isolo nao entendo.
    cobro amor e carinho do meu marido e ele diz que me trata assim por ser chata e reclamona
    ele diz que tenho que sofrer para virar gente, mais ele nao sabe e nao entende que ja sofro.

    tenho vontade de sumir,
    mais quando penso do meu filho. ele mais que tudo para mim, deixo de lado essa ideia.

    me sinto vazia, tento assistir filmes de auto ajuda, mais nao acho que me ajuda. quando pesno que consegui algo, percebo que nao deu certo.

    por favor me ajuda

    ResponderExcluir
  47. Olá meu nome e Jussara tenho 17 anos , minha vida amorosa está um desastre mais por coisas que eu fiz, assim que eu comecei a ficar com meu namorado eu ficava com um garoto ai  e ele sabia e conhecia esse garoto mais eu prometi pra ele que eu nunca mais ia ficar com esse garoto que teve um dia que ele me chamou pra conversa eu acabei indo pq quando eu ficava com esse menino ele vacilou feio cmg ai quando ele me chamou pra conversa me pediu desculpas e tals ai eu desculpei ele mais so que acabou que ele me pediu um beijo e eu acabei dando pq eu ainda sentia algo por ele mais quando eu fui fala isso pro meu namorado elê não gosto disso mais eu disse que só ia conversa mais não disse o que tinha acontecido que foi o beijo e o próprio garoto que eu saia conto pra ele , ele me deu uma segunda chance vê ai depois sai ele nunca mais confio em mim e tambem não e só isso que atrapalhou o nosso relacionamento . Ele tem 21 anos eu tenho 17 então a uma grande diferença de tempo vivido e ele e tímido mais não do grito que eu sou sempre que a gente briga e por motivo meu e eu tenho muito medo que ele me traía por conta do ocorrido do passado , eu também sou muito ciumenta e eu não posso ver ele conversando com uma amiga no Whatsapp que eu ja acho que ele quer marca pra sair e etc mais eu não consigo amadurecer não consigo fala nada pra ele em momentos de conflitos eu não sei pq eu travo minha timidez atrapalha muito e ele não intende isso eu sou tímida de mais e pra acaba com isso e muito difícil muuuuito  mesmo ���� eu não consigo amadurecer isso e outra coisa difícil também pq o que eu acho que é que o amadurecimento vem com o tempo mas se a gente mudar antes e melhor mais e difícil ainda mais quando ninguém apoia , ele já sofre muito com a perda do pai e da mãe e eu não consigo mudar e acabo fazendo ele sofrer também agora ele mudou e eu que vou sofrer por conta de tudo que eu fiz com ele mais com a ajuda de vcs eu vou consegui pq eu precuso muito de um apoio de vcs por favor me deem dicas que me ajudará nessa OBG ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jussara,
      vc falou da diferença e idade de vcs, que na verdade não é tão grande não. A diferença de maturidade provavelmente se deve muito mais aos acontecimentos que cada um teve que enfrentar. Será q vc é imatura mesmo? Só pelo fato de vc procurar ajuda, já te faz uma pessoa bem responsável. O que eu percebi, é que vc precisa superar o q vc fez. Afinal, já passou, vc já se arrependeu, não tem pq ficar voltando no passado.
      Vcs precisam focar no futuro, afinal é isso que importa agora.

      Excluir
  48. Meu nome é makielio araujo ...tenho 18 anos ....e eu não sei quem eu sou ...sinto minha alma esquartejada só que estou feliz ...ha horas que percebo uma subta diferença em meu comportamento ...minha mente é um cenário com vários personagens de uma face só ...acordo conversando com pessoas que somem na escuridão e restando apenas o gélido frio do dia

    ResponderExcluir
  49. Olá,mim chamo Amanda estou passando pelo uma crisse difícil com o meu namorado ,tem dias que amo ele mais tem dias que odeio ele ,que nao quero velo e digo palavras abisurdas com ele,mais ai quando bate a saudade ligo pra ele digo que amo mais de uma hora pra outra eu começo a fica com raiva dele sem ele fazer nada comigo ,e tipo um transtorno E isso está acabando comigo e meu relacionamento, ele mim ama e faz tudo por mim ,mais não sei o que está acontecendo comigo , estou precisando de ajuda .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda,
      vc precisa entender que não existe ninguém perfeito, e que vai ter coisas que vc não vai gostar do seu parceiro e aprender a relevar isso,
      de mais valor aos momentos bons que ruins.
      Afinal como vc mesmo falou, ele faz tudo por vc.
      Abraços

      Excluir
  50. Olá,mim chamo Amanda estou passando pelo uma crisse difícil com o meu namorado ,tem dias que amo ele mais tem dias que odeio ele ,que nao quero velo e digo palavras abisurdas com ele,mais ai quando bate a saudade ligo pra ele digo que amo mais de uma hora pra outra eu começo a fica com raiva dele sem ele fazer nada comigo ,e tipo um transtorno E isso está acabando comigo e meu relacionamento, ele mim ama e faz tudo por mim ,mais não sei o que está acontecendo comigo , estou precisando de ajuda .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Natalia, qdo vc fica com raiva dele, vc se lembra de algo que ele fez?
      Existe alguma coisa que ele fez que possa ter te machucado mais do que vc pensa?

      Excluir
  51. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  52. olá Doutora não sei como te chamar mas mesmo assim eu Luiz Pereira dos Santos gostaria tanto de consultar um psicólogo mas nuca tive a oportunidade,tenho 27 anos de idade,sou sou muito inteligente mas não consigo incluir meus estudos pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiz,
      p vc oq está te atrapalhando com os estudos?
      é falta de atenção?
      aguardo...

      Excluir
  53. Olá, podemos conversar em particular? via e-mail se for possível?
    Há algum e-mail que posso entrar em contato?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      vc pode entrar em contato conosco pelo email:
      psicologosonline.gratis@gmail.com
      abraço

      Excluir
  54. Olá. Ao longo da vida e de muitos problemas eu desenvolvi depressão e ansiedade. Há três anos tive um surto depressivo. E ao melhorar mudei muito. Esse ano tenho notado que não sou a mesma. Não tenho mais senso de humor, não tenho assunto qd converso, sendo que é o que mais gosto de fazer. .. mas não consigo. Quero voltar a rir de tudo, achar graça e poder conversar com as pessoas que amo sem parecer intragável. Preciso encontrar uma forma de me livrar desses problemas psicológicos.

    ResponderExcluir
  55. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  56. ter muito de um pessoa é normal??

    ResponderExcluir
  57. Oi gente. Eu tenho 18 anos e não tenho condições financeiras de pagar consulta no psicólogo e receber um diagnóstico. Eu tenho depressão desde muito nova devido a problemas familiares. Desenvolvi problemas de ansiedade,auto-estima entre outros. Eu penso muito sobre tudo. Eu penso sobre o que vou comer, no que vou comer, qual o horário da refeição. Qualquer simples atividade me trás todo um excesso de pensamento e uma dificuldade absurda em realiza-lo. Atividades simples como lavar o cabelo, ler um livro ou assistir um filme é tão difícil de se realizar/concluir quanto carregar um caminhão. Tenho oscilação de humor durante todo o dia. Em um momento estou bem, feliz, otimista e cheia de planos. Outro momento estou desmotivada. A minha vontade de viver aparece e some com tanta facilidade que me trás uma forte sensação de descontrole sobre minhas emoções. Essa instabilidade emocional me deixa enjoada e desgastada como estar em um barco pequeno numa tempestade. Eu penso muito sobre tudo e minha cabeça dói constantemente. Me sinto desgastada e sonolenta todo o tempo. Não importa quanto eu durma, meu físico e psicológico sempre está cansado. Por mais que eu faça planos e tente realizar atividades nos dias seguintes, todo dia é igual ao anterior e eu sinto que ando,ando, ando e não saio do lugar. Mas as câimbras vem, o cansaço vem, o desgaste físico... penso em morte constantemente mas o que me ajuda é os momentos durante o dia de bom humor e esperança. Que logo desaparecem por pensamentos pessimista ou pela simples falta de vontade de viver e fazer qualquer coisa. Eu tenho tudo para estar motivada e estou, alguns momentos do dia. Mas me pego assistido Gilmore girls e simplesmente mudando de humor. Sem razão ou algo que desencadeie isso. Simplesmente acontece. E lá estou eu de novo. E essa oscilação de humor e falta de energia me impedem de sair do lugar. O que eu tenho? Não me falta sonhos mas parece que essa onda de desânimo me persegue. Eu não controlo, simplesmente vem. O que eu tenho?

    ResponderExcluir
  58. Olá, Tenho 21 anos e to passando por diversos problemas e queria muito uma ajuda, eu e minha familia eramos muito bem de situação e nessa época conheci uma pessoa a quem abri mão de diversas coisas pra ser feliz com ela, ai veio a crise e minha familia perdeu tudo que tinha, sofremos muito com isso, depois disso parei a faculdade pois não tinha mais condições de continuar, unica coisa que tinha me sobrado era um carro ao qual lutei muito pra manter, e um certo dia em uma crise de ciumes essa namorada pegou meu carro e sofreu um acidente, ao qual com ela não aconteceu nada, mais o carro ficou destruido, eu perdoei e fiquei de apé mesmo assim, pois pensei que conseguiriamos juntos outro, e depois de 3 anos de relacionamento essa pessoa me traiu e me trocou por outro que é muito bem de situação, ja faz 3 meses e estou muito desiludido, não só por esse golpe que ela me deu, mas tbm por tudo de mal que anda acontecendo, e por final me veio um problema muito serio de saude ao qual preocupa muito a mim e a minha familia, tenho muita fé em Deus, mas ando muito descontente com a vida e triste, ja não sei mais o que fazer, :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara você é jovem as coisas materiais você vai conseguir dnv. Foque na sua carreira, nos estudos. Já que fazia faculdade, estude para conseguir bolsa e aproveitar as materias que fazia antes. Consiga um bom emprego e o resto se acertará pode ter certeza! A parte difícil vai ser na formação, mas depois vem os benefícios e você vai ver que vale a pena. Boa sorte.

      Excluir
  59. Eu me chamo Mayara e tenho 26 anos, eu estou me sentindo só e desanimada. Eu sou uma pessoa complicada pq eu imagino muitas coisas que as vezes nem aconteceram. Eu tenho namorado e mesmo assim eu me sinto só! Eu ando angustiada com algumas coisas da minha relação e ele não liga muito, se eu não o chamar para conversar ele tb não me chama. Não tô satisfeita com a minha relação mas tb não consigo deixá-lo. Me ajudeeee, converse CMG, não mande apenas msg pra mim :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moça dependendo do que te angustia na relação da pra ser acertado com conversa, se for por exemplo ciúmes de alguma amiga dele, e ele não quer se afastar de tal amiga por causa do seu ciúme, seria uma hipótese em que talvez você devesse ser mais flexível... Já se o problema for algo do tipo, sentimental que diz respeito a você e aos seus anseios para a vida, e ele não se importa, aí acho que você deva deixar claro para ele que você espera mais dele e caso ele não seja capaz de suprir é melhor terminar...

      Excluir
    2. Moça dependendo do que te angustia na relação da pra ser acertado com conversa, se for por exemplo ciúmes de alguma amiga dele, e ele não quer se afastar de tal amiga por causa do seu ciúme, seria uma hipótese em que talvez você devesse ser mais flexível... Já se o problema for algo do tipo, sentimental que diz respeito a você e aos seus anseios para a vida, e ele não se importa, aí acho que você deva deixar claro para ele que você espera mais dele e caso ele não seja capaz de suprir é melhor terminar...

      Excluir
  60. Bom dia!
    Gostaria de saber se o chá verde interfere no efeito de anticoncepcional injetável e antidepressivo tolrest?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  61. Boa noite, eu tenho 17 anos e como a maioria das meninas, tenho desde pequena o sonho de ser mae. Porem, de um tempo pra ca, isso tem se tornado uma vontade urgente, quase alucinante, mas eu sei que nao posso ter um filho agora,isso bagunçaria tudo, mas eu quero muito, nao sei mais o que fazer. Todas as minhas amigas tem pavor de ter um filho com essa idade, eu me sinto uma doente por querer um... O que eu posso fazee pra nao sentir mais isso? Por que eu sinto isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marina,
      não tem nada de errado em vc querer ter um filho, mas como vc mesmo falou, não é era, vc ainda tem mtas coisas para fazer antes disso.
      Então uma boa dica é se dedicar em tudo o que precisa, antes de ser mãe, para se preparar para a hora certa.
      Abraços

      Excluir
  62. Boa noite.
    Eu nem sei por onde começo, mas vou tentar resumir.
    Estou passando pela pior fase da minha vida!!!! Logo que ganhei meu bebe (hj com um ano), fiquei desempregada e sigo assim ate hoje. Meu marido trabalha dobrado para conseguir segurar a barra... e eu sempre em casa, sozinha, desgostosa, com um corpo que NAO E MEU! Sequer me reconheco olhando no espelho.
    Ha poucos dias passei por uma situacao muito dificil, onde foi diagosticada uma "crise de ansiedade".
    Eu vejo coisas, ouco coisas... e sinceramente, torco pra que seja um fantasma, demonio, essas coisas (se e que existem), do que seja minha cabeca me enganando.
    Tenho dias bons, assim como dias em que meu UNICO desejo e a morte! Nao tenho mais paciencia p minha filha, meu marido, e mais ngm. Quanto mais fechada puder ficar, pra mim e melhor.
    Minha familia insiste em que eu faca um tratamento. Mas eu nao quero recorrer a remedios! Mas eu mesma estou vendo que nao consigo mais. Estou chegando no fundo do poço... minha vida simplesmente nao faz sentido.
    Eu nunca quis casar, nunca quis ter filhos (por favor, nao confundam com falta de amor. Eu amo sim os dois, mais que a mim mesma), eu nunca quis ser sustentada e principalmente, nunca me imaginei no corpo que tenho hoje. Detalhe: tenho 22 anos.
    Por favor, me ajudem. É um pedido de uma mulher desesperada!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moça sua situação é bem difícil mas tenha força!! Você é capaz de superar tudo isso eu tenho certeza. Como você reconhece que está com problemas, não tenha preconceito em ser tratada com medicamentos, pensa comigo: Você pode amenizar essas crises que te fazem tão mal durante o período do tratamento e ainda no fim dele, você ficará bem e não terá mais de tomar! Buscar ajuda, seja ela qual for nunca é falta de força, pelo contrário, tem que ser muito forte para encarar o problema de frente e pedir ajuda só mostra que você está disposta! Seus familiares estão do seu lado então deixe os ajudar, comece o tratamento, em seguida pense nas coisas boas de ser mãe, ser casada, visto que você já está nessa situação de mãe e casada. Aposto que você vai encontrar muitos pontos bons e é neles que te recomendo trabalhar! Seus filhos são um reflexo de você, um pedaço de você e mesmo que você nunca tenha sonhado em ser mãe, pense que de agora em diante (desde o nascimento dele) você nunca mais estará sozinha!!! Sua criança só precisa de amor, carinho e uma boa educação que você dará a ele, e ele se tornará seu eterno companheiro, mesmo que eventualmente, seu casamento acabe um dia, seu filho sempre estará contigo. Com relação ao seu corpo, é a parte mais fácil, você pode ir a uma academia ou praticar alguma atividade física/esporte que goste e mudar a alimentação (que é geralmente a parte mais difícil). Reflita um pouco. Tenho 25 anos e apesar de estar te aconselhando estou aqui atrás de respostas... Namoro a quase 4 anos e meu relacionamento esfriou da parte dela... quase terminamos a uns dias atrás e só não aconteceu porque eu não aceitei... pedi mais um tempo pra tentar mos reacende la porém, já estou sofrendo pois parece inevitável perde la e estou muito confuso com o que farei da minha vida se isso acontecer, pois não quero uma vida sem ela... já cogitei largar tudo, emprego, meu carro, minhas dívidas, tudo e sair pelo mundo a pé e "viver" sem um propósito até o dia em que o mundo se livrasse de mim. Ela acha que vou ficar bem e que é uma fase da vida e eu sei que ela está certa no fundo. Mas não é que eu não possa viver sem ela, é que eu não quero viver sem ela... Então se você tem um marido e filhos que te amam e você reciprocamente os ama, saia dessa pois você tem tudo que eu mais queria na vida que era amar e ser amado... e eu daria tudo pra ter isso com a minha namorada, então valorize isso e use para superar esse problema... Você consegue! Boa sorte e força!

      Excluir
  63. Oi, meu nome é Lívia, tenho 15 anos, há quase dois meses meu namorado terminou comigo. Nosso relacionamento iria completar 5 meses e ele parecia super apaixonado, e de repente ele resolve terminar comigo. O motivo? Ele simplesmente disse que não queria me machucar e que estava passando por uns problemas e não queria me envolver. Desde então minha vida é um martírio. Não consigo seguir em frente, e talvez nem eu queira. Apesar de termos terminado, mantemos as vezes conversas, e nelas ele diz que não me abandonou, que não me deixou. Eu não entendo. Será que ele não percebe que me machucou, quando terminou comigo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário foi respondido no link:
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/12/terminamos-e-agora.html
      Abraços :*

      Excluir
  64. Olá meu nome é Mayra e eu preciso de ajuda se algum dos psicólogos puder entrar em contato comigo meu whattsapp é 011 998320463 não vou colocar aqui pq é algo muito pessoal obrigada

    ResponderExcluir
  65. Olá, meu nome é Juliana. Tenho 18 anos. Sofro de fobia social e despersonalização. Tenho pensado em suicídio ultimamente. Estou tendo acompanhamento psiquiátrico, mas acredito que não seja o suficiente. Não consigo viver sem depender dos outros, apenas fico em casa, nada/nem ninguém parece ser real. Queria acabar com tudo nesse exato momento. Sou muito inútil e não faço a menor diferença aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juliana,
      Acompanhamento psiquiátrico é muito bom,
      mas vc deve ser acompanhada também por um psicologo.
      Todos dependemos uns dos outros, essa dependência faz parte da vida.
      Vc só não pode se prender a isso.
      Abraços

      Excluir
  66. Olá gostaria de saber se e normal eu sentir vontade de aniquilar metade da população da minha cidade,também sinto vontade de trancar meus colegas de sala e taca fogo la dentro, e escutar eles gritando, sofrendo de dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Não é normal, o que está te deixando com esses sentimentos?
      é a sua vida que não esta dando certo?
      alguém fez algum mal p vc?

      Excluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Bom dia.
    Eu gostaria de saber oq fazer pra tirar esse desânimo de mim, direto tenho uns desentendimentos com meu pessoal. Eu sempre guardei meus sentimentos e dores pra mim.
    Meus pais sempre foram separados, eu nunca tive privacidade até hj não tenho. Sempre sendo precionado por td. Não consigo nem dormir direito, as vzs não sinto nem fome, quando me deito começo lembrar de coisas q aconteceram muitas palavras q não me esqueço.
    Parece q Td dá errado, desempregado, todos me olham diferente...
    Minha mãe mora em um lugar, meu pai em outro e minha vó também, dez d pequeno cada vez morando em cada lugar, sem poder falar q tenho algo, até hj eu me sinto mal por isso. As vezes até acho q isso tudo é besteira mais isso nunca sai de mim. Já pensei em desistir, já pensei em ir embora e sei q isso não é boa coisa.
    Mt ruim sentir esse vazio tem hora q soh quero ficar sozinho em um canto ou prefiro ficar em outro lugar do q ficar em casa. Não sei pq isso tá acontecendo.
    Eu agradeceria se pudesse me ajudar, obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felipe,
      parece que vc tem alguma mágoa guardada,
      só conseguirá ser feliz após liberar perdão para as pessoas que te fizeram algum mau.
      Só assim vc conseguirá superar os problemas que teve que enfrentar ao longo da vida.

      Excluir
  69. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ray
      converse com a sua amiga e peça perdão.
      Explique o que aconteceu,
      tenho certeza q será resolvido,
      aprenda com os erros e não os faça novamente.
      Abraços

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  71. ola! boa noite,já faz algum tempo que eu venho tendo umas coisas meio loucas, parece que eu estou enfartando, tenho todos os sintomas , já fui no hospital varias vezes, tipo 12 vezes em um ano e meio com os mesmo sintomas,eles fazem todos os exames e falam sempre a mesma coisa,seu problema é emocional, ansiedade,e me dão um diazepan de 0,05 mg e me mandam de volta para casa, mas estou me sentindo muito estranho ultimamente, sempre com esse pensamento de que a qualquer hora terei um começo de infarto ou um infarto mesmo, eu tenho 32 anos, sou casado, e amo muito minha esposa,ela foi um presente de Deus em minha vida, tenho 2 filhos fora do casamento, tenho 3 trabalhos e estou bem com tudo, não sei porque esta acontecendo isso comigo. agora está piorando pois eu não consigo dormir, essa sensação de dor no peito e o braso direito sempre formigando sempre fadigado, sem estar fazendo nada somente deitado por exemplo.
    já passei por muitas coisas na minha vida . minha mãe morreu nos meus braços e eu não sabia que era minha mãe. minha mãe de criação ficou a favor do homem que matou o filho dela. parei de fumar faz 15 dias pois fumei a 17 anos de minha vida, mas em fim só queria uma ajuda para que eu parasse de ter esses sintomas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Pode ser que seja emocional o seu problema sim, afinal, vc passou por mtas coisas.
      Vc deverias fazer um tratamento mais aprofundado para ver se é realmente isso.
      O principal é manter a calma, não adianta nada ficar se preocupando com algo que pode nem existir. Mas ao mesmo tempo não parar de procurar a causa desses sintomas.

      Excluir
  72. Ola sou stefani. Tenho 22 anos e duas filhas, uma de seis e uma de nove meses. Sou casada a apenas dois anos e meio com o pai da minha bebe. Ultimamente nada mais faz sentido ontem mesmo gritei chinguei ele. A vida já nao tá fazendo mais sentido. Da vontade de morrer de sumir. Ninguém me compreende ando estressada demais e a maioria das vezes sem motivos. Não sei mais o que fazer. Não sei se devo procurar um especialista me ajude por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stefani,
      é normal as vezes a gente se estressar sem sentido, o que não pode acontecer é o estresse virar rotina.
      Vc tem duas filhas,claro que a vida faz sentido.
      vc precisa encontrar o motivo desse desânimo, e trabalhar encima dele.

      Excluir
  73. Olá me chamo Lais e tenho 20 anos, na minha casa tem um cama só que é de casal onde nela dorme eu e minha mãe, quando foi ontem minha mãe chegou mais cedo do trabalho e pegou eu deitada na cama com meu namorado mais não estávamos fazendo nada de errado estávamos apenas assistindo filme, nossa quando ela viu aquilo ela me falou um monte disse que eu trai ela que eu nunca vi ela deitada com homem e que ela perdeu a confiança que tinha em mim. Me ajude não sei o que fazer!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lais, não precisa se preocupar, tudo vai se ajeitar.
      Converse com sua mãe o motivo q a fez ficar preocupada...

      Excluir
  74. Olá me chamo diennifer e tenho 12 anos,sou muito nova pra comentar em um site de conselheiro amoroso?talvez,a diferença da minha idade para as pessoas que comentão aqui é grande?talvez também,minha história amorosa perto daqui vocês sofrem parece brincadeira de criança,não sei porque estou comentando aqui,mas a questão não é essa e sim outra:sou muito insegura em relação ao amor isso é um fato,me apaixonei pela primeira vez aos 6 anos,eu era nova demais,essa suposta paixão durou até hoje,ironicamente a pessoa que eu confiei pra contar esse fato praticamente me traiu,ela "ficou"com ele por uma semana e durante toda essa semana eu não olhei na cara dela,chorava todos os dias,não dormia direito,no final,acabei perduando ela,comofui ingenua,aquela pessoa que se passava pela minha melhor amiga era uma cascavel isso sim,eu e ele não nos falamos mais,tento o esquecer,é dificil,mas sinto que vou conseguir com o tempo.mas agora vou fazer uma pergunta pra vocês:oque é mais facil amar ou esquecer?Só preciso de um conselho,só um.
    bjs,tchau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diennifer,
      O que sua amiga fez é mto chato, é normal vc ficar chateada, mas sim com o tempo tudo vai melhorar,
      Agora em relação a sua pergunta: depende de pessoa para pessoa. Só o tempo vai mostrar...
      Uma dica: Lute pela pessoa que vc ama... Se não der certo, pelo menos vc vai ter a certeza de que fez tudo o que podia e assim será mais fácil esquecê-la.

      Excluir
  75. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  76. Olá
    tenho um relacionamento com um rapaz a 2 anos e ele é casado , sei que gosta de mim mas não tem coragem d me assumir, ele diz que é devido uma promessa que fez ao filho quando nasceu de permanecer em familia.
    devido a essa promessa sinto ele desde o inicio qaundo esta comigo bem, mas quando chega a um certo horario em que ele tem que ir pra casa dele, fica desesperado e com sentimento de culpa é horrivel..
    ele sempre diz que gosta muito de mim mas, que não consegui se libertar da pomessa. o que fazer me ajudem ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      a escolha de se relacionar com um homem casado foi sua, infelizmente essa foi a vida que vc escolheu e que sujeitou a ter...
      Dica: termine com ele e se de uma chance de ser feliz por completo.

      Excluir
  77. Olá!

    Bom, esses dias eu estava vendo alguns emails do meu namorado, e acabei descobrindo uma conta dele em um site de relacionamento, no qual dizia estar buscando caso rápido. Essa conta foi feita em abril de 2016 e nós estamos juntos já faz mais de 4 anos. Eu cheguei a questioná-lo e o mesmo me negou algumas vezes, mas acabou confessando. Ele disse que fez a conta, mas que nunca usou. Eu fui checar isso, e realmente essa conta nunca foi usada. Sendo assim, eu parei de conversar com ele por algum tempo e depois ele voltou me pedindo perdão, dizendo que estava muito feliz comigo e que não queria mais me magoar como no passado... Eu realmente não entendo porque ele age de tal forma. Ele me trata tão bem, faz de tudo por mim, mora muito longe e sempre vem me ver. E aí eu descubro uma coisa dessas. Eu sei que também estou errada em mexer nas coisas dele, mas mesmo assim fiquei chateada. Eu procurei conversas nossas no whatsapp no dia que ele fez essa conta, e nesse dia nós brigamos porque ele havia descoberto o número de um menino que ele não gosta no meu celular. Não sei se foi por raiva, curiosidade ou safadeza mesmo pra ficar vendo mulher (isso porque já achei várias coisas desse tipo no celular dele). Já falei tanto que não gosto.... Eu fico confusa com essas atitudes. Eu não sei o que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Bem é realmente mto chato descobrir uma coisa dessas, mas se ele realmente se arrependeu, acho q todos precisam de uma segunda chance.
      Vc não é a única mulher no mundo que mexe nas coisas do namo, e isso não é mais errado do que ele fez.
      Qto a ele ficar vendo mulher, é coisa de homem, não vou dizer que vc deve aceitar isso, mas que é mais comum q vc pensa.
      O que vc deve pensar é se as coisas q ele faz q te magoam são maiores do que as coisas q te deixam feliz.
      Abraços

      Excluir
  78. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  79. Olá... Meu nome é Daniele,sou de Brasília DF e preciso de ajuda! Estou sofrendo muito com o fim do meu casamento. Nós eramos muito felizes,de dois anos pra cá,ele mudou completamente o jeito de me tratar,começou a me trair,separamos mais eu ainda amo ele.Não me conformo dele ter mudado tanto.O que eu posso fazer pra ele voltar?
    Me ajudem,me der algum conselho,por favor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Daniele,
      Poxa, termino de relacionamento é mto complicado mesmo.
      E mesmo ele te traindo é difícil de esquece-lo eu entendo,
      mas vc tem q pensar mesmo se é uma vida assim que vc quer, afinal ele te traiu, e vc correr atras dele pode te deixar mto vuneravel nessa situação.
      Leia a nossa postagem onde falamos sobre isso que pode te ajudar: http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/12/terminamos-e-agora.html

      Excluir
  80. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  81. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  82. Oiie tenho 19 anos , minha vida nnk foi facil perdi minha mae aos 10 anos,nnk fui criada com meu pai ele era casado mais nnk quis saber de mim. quase fazendo 13 anos parei numa delegacia , para fazer corpo delito por causa de um homem sujo( que era meu vizinho),que me ameacou se eu contase a verdade ele acabava com a vida do meu tio ,a pessoa mais importante pra mim , entao  vim morar com meus dois tios sai de SP e vim morar MG com eles, tentando virar essa pagina e esquecer de td , estudava e ao msm tempo trabalhava,so que durante um tempo um dos meu tio terminou o casamento, e ela queria voltar com ele, tentando me convencer a mudar a cabeca dele , foi ai que conseguir mudar e falando para ele trazer a filha dele para morar com ele tbm ( que nao e filhha dela) , entao foi assim que ele fez (meu outro tio era solteiro arrumou uma mulher) e casou e ai ficou eu a filha dele , a mulher e ele td tava ocorrendo bem a parti do momento em que ela nao me queria mais na casa dele , falava que meu tio me desejava , que eu era vagabunda , eu estudava de manha trabalhava assim que saia da escola e voltava 12:00 pra casa e ela me esperava so pra mim enfernizar, eu tenho enxaqueca e a minha se eu ficar muito nervosa comeca a atacar e foi assim que ela vez me deixava nervosa , e comecei a pegar atestado no servico e acabei sendo demitida ,nao estava aguentando nao queria ficar naquela casa fui morar com meu outro tio e a mulher que ele tinha arrumado , ela sempre me tratou bem , e depois de uns 6 meses aluguei uma casa com meu tio para que minha vo e minha tia vinhesse de sp, morava mais sozinha do que com ele,depois de uns meses ele abriu uma loja em um mini shop para mim trabalhar ,conhecia  la , um casal dono de uma loja estava se mudando e eles foram so lavar a casa ,como sempre gostei de crianca me chamaram para ajudar olhando o nenem, fui sem pensar o pior,falaram em fazer um churrasco la na casa nova deles onde so avia lavado , nao vi problema algum de ficar e fiquei ele tinha que me deixar em casa antes qe ele fosse pra dele , entao ele deixou a mulher dele bebada e eu como estava olhando o nenem nao bebi ,

    ResponderExcluir
  83. a mulher dele tentou me agarrar so que estava ficando com raiva pedindo pra ela parar com aquilo, na hr que fomos embora ele foi direto para onde ele morava, falei que precisava ir embora que nao ia dormi na casa  deles ele falou que qeria conversa cmg e pedindo pra mim ficar eu nao queria comecei a ficar com medo ,ai ele deixou a mulher e tava me levando e no caminho  pediu meu celular emprestado , fui e entreguei ele escondeu , falei para me devouver, so que ele falou que depois que eu fisesse um negocio a ele , e em seguida ele entrou em um montel so que nao sabia oq era aquilo , perguntei onde nois estava entrando e ele falou relaxa , so chorava querendo ir embora de la, ele comecou a falar que me desejava que presisava fazer isso se nao ele ia ficar doido (eu so pedia pra ir embora ) ele entao comecou a ameacar que nao ia me levar embora emquanto eu nao ficasse com ele,ele viu que eu nao queria de nenhuma maneira pegou no meu braco a forca e me segurou 😭 , foi orriveu me sentia um nojo , e falava pq isso ta acontecendo comigo DEUS,ele me levando falou que era pra mim ficar queta e nao contar a se nao algo ia acontecer de ruim , ou chegar em casa meu tio me abracou e pergt se eu estava bem , passou mil coisas na minha cabeca  , mais meu medo era maior respondi que sim e em seguida fui ao meu quarto chorar a noite toda com nojo de mim, ai entreguei a loja pro meu tio que eu nao suportava olhar a cara dele so que entao comecou a cair as vendas td acabamos fechando desde entao depois aos 17 anos parei de estudar, e nao trabalhei mais so queria saber de ficar na casa das minhas amigas ou ate festa ,e fugir de tds.

      No comeco de janeiro assim que fiz 18 anos pedi pra deus que me desse uma pessoa para eu amar intesamente,ele e uma otima pessoa mais deixa se levar pelos amigos , e vim morar com ele depois de umas duas semana namorando,ele me deixava e ia sair com os amigos para festa , nao ligava se eu estava bem, mais penso que ele nem gosta de mim . Estou me sentindo tao sozinha vontade de larga td e parar de viver :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      vc não quer conversar com ums dos voluntários pelo Chat, a gente pode te dar uma atenção mais especial...
      Eu falar aqui não vai ajudar mto, mas mesmo assim, calma querida, eu sei q deu tudo errado ateh agora, mas tenha fé, as coisas vão começar a melhorar.
      Eu tenho certeza q vc vai encontrar uma pessoa q te valoriza de verdade.

      Excluir
  84. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  85. olá meu nome é Patricia tenho 43 anos, tenho depressão anos e a 5 tomo fluxocetina, já tive melhoras e pioras, hoje to pior, não paro de pensar em suicidio, cada dia aumenta mais, não sei se são os remedios, ou minha cabeça que esta piorando, estou perdida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qdo se sentir assim, entre no chat e fale com os voluntários da CVV, tenho certeza q eles vão te ajudar...

      Excluir
  86. Descobri q tenho vaginismo e queria saber oq devo fazer? Como descobrir a origem do trauma e resolver?

    ResponderExcluir
  87. Olá, meu nome é Fernanda e eu tenho 14 anos. Sabe, quando eu era pequena eu era abusada por um conhecido da minha mãe, mas não foi tão traumatizante, pois ele só pedia para mim deitar em cima dele, na verdade me obrigava. Desde pequena eu tenho uma auto estima péssima, chegando em casa chorando pois achava que eu era muito feia e que as meninas normais eram protótipos de barbies, sendo assim, achava que era um homem. Minha mãe me convenceu de que não era, (claro). Não fazia nada quando era pequena pois achava que eu iria estragar tudo, então eu era bem no meu canto. Não falava nada até os 4 anos. Então, os amigos do meu irmão me bateram. Todos os meninos me consideravam a mais feia da da sala, ia com notas péssimas, passando a ser considerada a mais burra da sala. Então o tempo passou, comecei a criar novas "amizades" que me humilhavam para todos e me batiam. Tempo se passou e eu estou aqui, não consigo fazer nada (NADA) sem pensar 300 vezes no que poderia dar errado, tenho medo de interagir com as pessoas e me enche de agonia quando tenho que fazer algo relacionada a pessoas, que me faz pensar demais, eu acabo chorando de nervosismo em raras ocasiões. Imagino a pessoa queimando quando a vejo, o que eu posso fazer para melhorar esse ponto de vista? E o que você poderia me diagnosticar? Vocêse são Fantásticos!!! Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda,
      Te dar um diagnostico assim é complicado, teriamos que conversar mais a respeito.
      O que eu vi é q vc precisa melhorar a auto estima que foi totalmente abalada pelo que aconteceu na sua vida.
      O que eu vejo de vc é que vc é uma mocinha de 14 anos, com um coração mto bom, e que tem tudo na vida p ser um sucesso.
      Confie mais em vc!

      Excluir
  88. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  89. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  90. Primeiramente boa noite, me chamo Erik e tenho 18 anos (quase 19). Tenho problemas com o sexo feminino e consequentemente grandes problemas de confiança masculina e auto-estima.
    A minha vida toda foi tímido e bobão, aos 16 consegui mudar e me envolver com as pessoas, vou resumir o melhor possível essa parte. Deu que eu virei um cara sociável, falo com todos e me relaciono bem com todos, não tenho problemas e nem dificuldade para falar em público seja lá para quantas pessoas.
    Percebi que era hora de tentar com as mulheres porém apesar de sempre tentar, nunca deu certo, sempre caio na chamada friendzone (penso eu particularmente que é por não ser interessante). Eu sou legal, converso bem, faço as pessoas rirem e tal, mas não consigo de jeito nenhum nem ao menos um beijinho e isso está me matando por fico desanimado e penso que estou sendo um lixo de homem.
    Já me deram inúmeras desculpas, beleza, assunto, atitude e etc... Me entendam, não estou pedindo conselho com mulher e sim para mim mesmo! Eu agora me acho feio, não consigo pegar nenhuma mulher e nem por pena elas ficam comigo, eu me sinto mal demais pois minha auto-estima está no chão, eu venho de uma depressão profunda há 2 anos mas superei tudo com a minha mudança social.
    Eu não sei mais o que fazer... Me acho feio e inferior a todos os homens e mulheres, sempre acho que é impossível chegar nelas e que meus amigos ou quaisquer outros tem mais chances. O que eu faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manuel,
      Ficar na friendzone, não é um defeito, mto pelo contrário, mostra o qto as meninas gostam de vc e te querem por perto sempre.
      Não foi o que vc pediu, mas eu vou te dar um conselho p vc não ficar mais na friendzone: aja mais e fale menos.
      Vc fica na friendzone pelo sua grande habilidade de se comunicar o que é invejável.
      Mas se não quer ficar ai, vai p cima, tenha confiança. Qualquer homem leva mtos foras antes de conseguir...
      Não se intimide por isso.
      Vc é incrivel, não tem pq eu te dar outro conselho ;)

      Excluir
    2. Queria agradecer por ter respondido, realmente seu apoio foi muito importante para mim.
      Eu ando muito triste por só ter friendzone. Você foi a primeira pessoa que conseguiu enxergar algo bom nisso (digo na habilidade de me comunicar), fiquei bem feliz com isso, mas eu sinceramente ando sem confiança e sem motivos pra tentar...
      Realmente não sei como recuperar minha confiança, só consigo ficar preso nesse complexo de inferioridade =/

      Excluir
    3. Olá Manuel,
      Leia nossa nova postagem, pode te ajudar:
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2017/01/aumente-sua-auto-estima.html

      Excluir
  91. Olá sou Failon, tenho 17 anos. Vivo isolado, tenho duas personalidades. O que será isso?

    ResponderExcluir
  92. Completando o comentário. Não saiu de casa e vivo dentro do quarto, não falo com ninguem e tenho duas personalidades. Como resolver esse problema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Failon,
      pq vc acha q tem duas personalidades?
      me conte um pouco sobre cada personalidade sua...
      Fico no aguardo

      Excluir
  93. Ola bom dia, eu comecei a namorar com um menino em agosto de 2016, desde então sempre me dediquei ao namoro, tdo mesversario, fazia algo diferente, uma surpresa, desde decorar o quarto como uma cesta de café da manhã, sempre tentava conquistar ele de formas diferente, mandava surpreses, um teto diferente de bom dia, boa tarde ou ate boa noite, tetei conquistar familia e amigos, pessoas mais proximas, era amiga dele acima de namorada, compreendia, era muito mente aberta, acompanhava ele em um bar ou jogo de futebol, tinha noite dos rapazes ele curtia sem preocupação confia, mas de um tempo pra ca ele terminou comigo e falo que o motivo era que não gostava de mim que não conseguia me corresponder, mas eu penso, como uma pessoa deixa eu fazer tudo por ele durante meses e me fala isso agora?, eu relevei, tentei varias formas de conquistar ele ainda, mais ele nem ligava ate que desisti e quando eu desisti ele apareceu na minha casa, falando que ele surpreendeu com ele mesmo porue ele viu que gostava muito de mim, e que terminou porque não conseguia engolir com que fiquei no "passado" tipo uns dois anos antes de conhecer ele, achei isso bobagem porque fui uma pessoa totalmente diferente com ele no namoro sabe, eu não queria desistir por dentro de mim acha que tem amor dna parte dele sim, mais eu queria que ele se tocasse, hoje em dia ele sai com amigos, viaja pra festas, e eu sempre do lado dele, cuidando nem que seja por mensagem, como no ano novo, eu passei com a familia dele, ja ele, viajou pra outra cidade com amigos, e ele me mandava mensaggem, como : "cheguei amor, to indo comer amor, amor to na praça, amor, to indo embora, amor aqui ta ruim , me arrependi, amor dormi ai em casa." e eu dormia preocupado sem saber se ele taava bem, sabe o que sinto é bem sincero, e eu queria muito ele de volta, eu não desisti completamente ainda, porque quando estamos juntos, tudo muda, ele esqueci que terminou comigo, sai de mãos dadas, me chama de amor, brinca, apresenta pra amigos como se eu ainda fosse namorada, a gente se ama me entendi? eu tenho isso em mente ele so não sabe, eu acho, o que faço? como agir? quero meu dengo comigo, não lutei por ele atoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      o fato de ele agir como se estivesse namorando com vc, é pq no fundo ele acha q vcs estão.
      Pelo fato de vcs namorarem e ele ter terminado, e tals, faz com q ele fique meio receoso de perguntar se vc quer namorar de novo.
      O que vc deve fazer é conversar c ele, falar q vc quer ficar c ele, mas p isso ele tem q valorizar vc.

      Excluir
  94. Olá, meu nome é julia, tenho 19 anos e tenho um irmão mais novo com 16.
    Bem, a gente não se dava muito bem quando era mais jovem, brigávamos direto, normal. Kkk
    Mas atualmente a gente tem uma ligação muito grande e ele é minha pessoa preferida no mundo. O grande problema é que tenho uma superproteção horrível com ele, com relação a quase tudo.
    Por exemplo, acho que alguém vai fazer mal a ele, medo de ser atropelado...
    Fico imaginando várias coisas, tenho pesadelos direto. E agora ele vai fazer pré vestibular e só chega de noite, então só relaxo quando ele esta em casa. Isso é bem incomodo para mim e para ele. Tem alguma maneira de diminuir isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Julia,
      vc tem q relaxar, deixe ele nas mãos de Deus e tudo vai dar certo, não tem pq vc se preocupar a toa.
      Vc é a irma mais velha dele, então é normal esse sentimento de proteção, só não deixe isso atrapalhar vc.
      Ele esta com 16 anos, já sabe se cuidar.
      Com certeza, o seu conselho sempre será importante, só não exagere. ;)

      Excluir
  95. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  96. Bom dia!

    Gostaria de saber identificar o problema (nome do problema, se tiver um) no qual projeto expectativas nos outros espelhado no meu comportamento, ou seja, sou atensioco, e me frusto absurdamente quando faço isso e quem recebe minha atenção não o faz em qualquer proporção. Existe um nome para esse tipo de comportamento?
    Dei como exemplo atenção, mas de fato é um pouco mais sério que isso, em todos os sentidos e sentimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este tipo de comportamento é super normal.
      Todos nós pensamos que os outros devem ser atenciosos e agradecidos, assim como a gente é, e qdo isso não acontece, nos frustramos.
      Mas não fique chateado, faça o q deve ser feito, acima das atitudes das pessoas.

      Excluir
  97. Bom dia...
    eu precisava muito da ajuda de alguem para poder me explicar o que eu tenho para eu mesmo poder me concertar e curar meus medos, bom , sempre que eu saio com meus amigos ou vo pra escola ou qualquer coisa que esteja relacionada com sair pra longe eu tenho fortes dores abdominais e forte vontade d utilizar o banheiro(defecar) e quando estou voltando pra casa a dor passa, a vontade passa e eu fico bem dnv... dr eu preciso mt saber o que tenho, esse problema esta me fazendo de prisioneiro de mim mesmo eu n aguento mais ficar fechado em casa graças a isso e as aulas estao voltando eu terei que sair de uma maneira ou de outra... mt obrigado pela atenção :\ era isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gustavo, pode ser uma espécia de toc que vc criou,
      vc terá q enfrentar isso,
      afinal é só a sua mente q pode te tirar dessa situação...

      Excluir
    2. vc tem alguma dica p q eu possa enfrentar essa minha insegurança ?

      Excluir
  98. Tenho 23 anos e acho que estou com depressão, não tenho animo e nem coragem de fazer nada. Isso começou depois que me formei na faculdade de direito e pela terceira vez não consegui passar na primeira fase da prova da OAB. Não sei o que fazer da minha vida, relacionado a minha carreira profissional e isso está me corroendo por dentro a cada dia mais. Me sinto só, quase não tenho amigos para conversar e não sei como me abrir para minha família. Já pensei até em suicídio. Me ajudem por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lara!
      O ser humano, após mtas tentativas é sujeito a frustração e decepção,
      entretanto vc deve ser mais forte q isso,
      Não desista, com certeza vc pode!
      Corra atras dos seus sonhos!!

      Excluir
  99. Olá, Sou Stefani tenho 17 anos e tenho uma consulta com minha psicóloga amanhã cedo, não iria, ninguém insistiu mas eu vou, ainda não sei bem o que me fez mudar de ideia, eu fico triste e sei que fico carente de atenção, queria que alguém se importasse cmg (sei que tem) ao mesmo tempo me sinto culpada por um problema acontecer ... não sei bem explicar, mas é como eu no fundo soubesse que vou superar, mas eu sempre me sinto assim, perdida, eu estudo mutio, e todos esperam de mim eu se, mas conforme mais vc sabe, mais vc questiona, e eu estou cansada, so queria ter certeza de algo, me sinto cheia de incertezas e vazia de valores... queria ter fe, digo a mim mesmo q tenho, mas sei q não, a vida no seu ver científico se tornou pra mim sem esperança, pois, como existir esperança de um futuro melhor, se vc já sabe como vai acabar? Amanhã (23/01/2017) é minha segunda consulta, e sei q ela não pode responder, não a resposta que preciso, mas vai responder conforme a psicologia ensina, e essa eu estudei por mim mesma, e dó me trouxe mais indagações...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stefani,
      Q bom q vc já esta fazendo um tratamento com uma psicóloga.
      Sobre ter incertezas, é normal na sua idade, completamente assustador, mas normal...
      Vc sabe q tem potencial,
      na sua opinião, pq vc não tem fé em si própria?
      Vamos conversar a respeito...

      Excluir
  100. Bom dia.
    Não sei mas o q fazer e nem a quem recorrer, sou casado a 4 anos um casamento conturbado muitas brigas e desrespeito. Tenho 4 filhos 3 fora do casamento atual, e 1 que é o caçula com minha atual esposa, meus dois filhos do meio miram conosco eles já moravam comigo quando conheci minha atual esposa, q era um amor d pessoa tratava eles como se tivessem saído d próprio ventre, porém após o casamento com um ano ou menos tudo foi mudando, sempre fui calmo e bastante responsável, porém em todas nossas brigas eu estando certo ou errado sempre procuro apaziguar não conseguia dormir ao lado d alguém brigado. Porém como começou a se tornar muito frequente e por tudo comecei a meio q não mais ligar e deixar falar, então ela parece ter se irado com isso e começou às agressões físicas, parte p cima como louca, mesmo assim eu sempre controlei numa boa até mesmo pq ela é frágil e não machucava fisicamente mas sentimentalmente isso foi machucando bastante, após as agressões e tendo em vista que sempre me controlei ela partiu pras ofensas e difamações de meus filhos e família ela humilha minha filha em minha frente pra me ofender, até mesmo chegou a agredir a menina uma vez só pra que eu perca a calma, neste dia fiquei cego e lhe dei um tapa para q soltasse minha filha ela soltou e como um bicho voou em cima d mim me unhou todo rasgou minhas roupas e depois d mais de hora cansou e foi dormir, acordei com ela me socando e gritando coisas sem sentindo então me levantei peguei meus filhos e mandei q entrassem na carro pois não mais eu viveria aquilo Chega!!!! Aí ele se irritou mais ainda é aos gritos ofendendo a mim e meus filhos família e amigos, porém antes mesmo q eu saísse da garagem ela colocou uma corda em seu próprio pescoço e começou e se enforcar somente não morreu pq quando seu fôlego acabou desmaiou e soltou a corda vindo a cair no chão, entrei pra casa levei ela é cuidei dela, conversamos e tudo se recomeça, porém desde então passa um dois meses bem e do nada qual motivo não sei explode e tá feito a merda, se não ligo ataca minha filha a ofende dizendo que é rejeitada pq a mãe sumiu e nem se quer liga pra ela, não posso nem abraçar minha filha q ela se irrita, ontem novamente as brigas voltaram com força maior, e sinto que a cada briga a força e loucura dela aumenta, as vezes a seguro e sinto como se estivesse segurando um homem pois tenho que usar força excessiva para conter as agressões dela, então mais uma vez resolvi sair de casa, mas no momento em disse CANSEI CHEGA TÔ INDO PRA MINHA MÃE, diante de nosso filho de 4 anos q a todo tempo ficava chorando ao nosso lado pedindo mamãe para mamãe favor mamãe para, muito triste!! ela tomada numa raiva não sei de onde vem tanta irá parece estar surda e não vê nada na frente dela, quando disse que estava indo, ao chegar na porta da sala (saída) ela correu pra cozinha e na frente do nosso filho ela ameaçou a enfiar a faça em sua barriga porém não teve coragem levantou a faça novamente e se esfaqueou na perna abrindo um corte fundo e expondo a sua carne e sangue diante da criança, caiu no chão e começou a chorar feito bebê, meu filho entrou em estado de choque repetindo várias vezes a mamae se cortou papai. Mais uma vez lá foi eu novamente cuidar dela, sai para o trabalho e deixei dormindo lá está ela como se nada tivesse acontecido! Tenho relatos que ela já tentou se suicidar quando ainda morava com os pais, e quando namoravamos vi ela pegar a faca após uma briga com a mãe, porém como sua mãe é uma pessoa amargurada e gosta de criticar todo mundo vive isolada e faz da vida das filhas um inferno, não levei em consideração este fato pois achava que tentou aquilo devido o extress q a mãe a fazia passar, porém está é a segunda vez que faz isso estando comigo e temo pelo meu filho com ela meus filhos, minha vida e a vida dela, não sei o que faço estou desesperado precisando de ajuda!

    ResponderExcluir
  101. Bom dia.
    Não sei mas o q fazer e nem a quem recorrer, sou casado a 4 anos um casamento conturbado muitas brigas e desrespeito. Tenho 4 filhos 3 fora do casamento atual, e 1 que é o caçula com minha atual esposa, meus dois filhos do meio miram conosco eles já moravam comigo quando conheci minha atual esposa, q era um amor d pessoa tratava eles como se tivessem saído d próprio ventre, porém após o casamento com um ano ou menos tudo foi mudando, sempre fui calmo e bastante responsável, porém em todas nossas brigas eu estando certo ou errado sempre procuro apaziguar não conseguia dormir ao lado d alguém brigado. Porém como começou a se tornar muito frequente e por tudo comecei a meio q não mais ligar e deixar falar, então ela parece ter se irado com isso e começou às agressões físicas, parte p cima como louca, mesmo assim eu sempre controlei numa boa até mesmo pq ela é frágil e não machucava fisicamente mas sentimentalmente isso foi machucando bastante, após as agressões e tendo em vista que sempre me controlei ela partiu pras ofensas e difamações de meus filhos e família ela humilha minha filha em minha frente pra me ofender, até mesmo chegou a agredir a menina uma vez só pra que eu perca a calma, neste dia fiquei cego e lhe dei um tapa para q soltasse minha filha ela soltou e como um bicho voou em cima d mim me unhou todo rasgou minhas roupas e depois d mais de hora cansou e foi dormir, acordei com ela me socando e gritando coisas sem sentindo então me levantei peguei meus filhos e mandei q entrassem na carro pois não mais eu viveria aquilo Chega!!!! Aí ele se irritou mais ainda é aos gritos ofendendo a mim e meus filhos família e amigos, porém antes mesmo q eu saísse da garagem ela colocou uma corda em seu próprio pescoço e começou e se enforcar somente não morreu pq quando seu fôlego acabou desmaiou e soltou a corda vindo a cair no chão, entrei pra casa levei ela é cuidei dela, conversamos e tudo se recomeça, porém desde então passa um dois meses bem e do nada qual motivo não sei explode e tá feito a merda, se não ligo ataca minha filha a ofende dizendo que é rejeitada pq a mãe sumiu e nem se quer liga pra ela, não posso nem abraçar minha filha q ela se irrita, ontem novamente as brigas voltaram com força maior, e sinto que a cada briga a força e loucura dela aumenta, as vezes a seguro e sinto como se estivesse segurando um homem pois tenho que usar força excessiva para conter as agressões dela, então mais uma vez resolvi sair de casa, mas no momento em disse CANSEI CHEGA TÔ INDO PRA MINHA MÃE, diante de nosso filho de 4 anos q a todo tempo ficava chorando ao nosso lado pedindo mamãe para mamãe favor mamãe para, muito triste!! ela tomada numa raiva não sei de onde vem tanta irá parece estar surda e não vê nada na frente dela, quando disse que estava indo, ao chegar na porta da sala (saída) ela correu pra cozinha e na frente do nosso filho ela ameaçou a enfiar a faça em sua barriga porém não teve coragem levantou a faça novamente e se esfaqueou na perna abrindo um corte fundo e expondo a sua carne e sangue diante da criança, caiu no chão e começou a chorar feito bebê, meu filho entrou em estado de choque repetindo várias vezes a mamae se cortou papai. Mais uma vez lá foi eu novamente cuidar dela, sai para o trabalho e deixei dormindo lá está ela como se nada tivesse acontecido! Tenho relatos que ela já tentou se suicidar quando ainda morava com os pais, e quando namoravamos vi ela pegar a faca após uma briga com a mãe, porém como sua mãe é uma pessoa amargurada e gosta de criticar todo mundo vive isolada e faz da vida das filhas um inferno, não levei em consideração este fato pois achava que tentou aquilo devido o extress q a mãe a fazia passar, porém está é a segunda vez que faz isso estando comigo e temo pelo meu filho com ela meus filhos, minha vida e a vida dela, não sei o que faço estou desesperado precisando de ajuda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Uma situação difícil mesmo,
      nada justifica uma agressão física, nada mesmo...
      Indico p vcs uma terapia de casal, p começar e talvez, um tratamento específico para a sua esposa, p descobrir da onde vem essa raiva q chega a querer agredir...
      Essa situação não é saudável para as crianças,
      não fiquem casados apenas pelo filho, ele conviver nessa guerra é pior p ele, do q com pais separados.
      Mas antes vc pode tentar, como eu já disse, com uma terapia de casais.

      Excluir
  102. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  103. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  104. oi
    meu nome é Cheyton tenho 17 anos
    nos anos de 2014 e 2015 sofri muito bullying por ser magro e ter um dente quebrado hoje em dia em 2017 sinto medo de falar sou muito fechado me sinto desconfortalvel em alguns lugares com algumas roupas o que eu faco para mudar isso?
    bjs e obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Leia nossa nova postagem, tenho certeza q irá te ajudar:
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2017/01/aumente-sua-auto-estima.html

      Excluir
  105. Bom dia, estou no processo de separação de um casamento que durou 16 anos. Nunca me casei no papel e nem tive filhos. Mas porém meu ex marido se recusa a sair de casa, ele não tem fonte de renda, e vive alegando que não tem para onde ir.
    Pois sou eu que pago as contas de casa. Ainda não descobri como lidar com essa situação, preciso de ajuda.

    ResponderExcluir
  106. Ola eu tenho 24 anos.
    Fui diagnosticada por um Psiquiatra por depressão, ansiedade e síndrome do pânico. Despersonalizacao meu quadro.
    Descobri qdo comecei a ver mosquitos voando onde não tinha, pisos mexendo. Até que cheguei no meu templo religioso e xinguei tudo e todos. Só voltei ao normal quando uma moça olhou dentro dos meus olhos e pediu para eu me acalmar. Tive muitos traumas e problemas com mae na adolescência.as qdo isso estourou eu estava sem problema. Estou tomando os remédios.. m Eles começaram a fazer efeito, mas agora aquela tristeza forte voltou de novo. Estou triste, minha casa está um nojo, muito suja, comida dando bicho....Me sinto um vegetal. Me afastei dos amigos. Meu namorado me ajuda e apoia Muito, porém dura te a semana ele trabalha em outra cidade é só vem.aos finais de semana. Preciso de ajuda !

    ResponderExcluir
  107. Tenho 21 anos, sou amasiada e tenho uma filha linda. Sofro com falta de atenção e confesso que tem dias que nao consigo nem sair da minha cama me obrigo pelo fato da minha filha ter um ano e precisar de mim. As vezes como no supermercado o barulho me deixa em panico começo a ficar tonta e suar frio.. Perdi meus pais com 15 anos e todo dia me pego pensando neles principalmente na hora de dormir oq me deixa em panico. A morte nao sai da minha cabeça todo dia principalmente a minha.. Não consigo me comcentrar em nada e tenho pensamento muito rapido tenho vontade de fazer tudo e nao consigo fazer nada por desanimo. Seria o caso de comecar terapia? Pois o medo de ser ou se tornar depressao me paralisa. Acredito ter panico as vezes e passo muito mal. Nao me sinto feliz e nem a pessoa motivada e com planos que sempre fui.

    ResponderExcluir
  108. Estou no 1º ano do ensino médio,tenho 15 anos,e tive um trabalho de teatro onde o professor escolheu os grupos,e nesse trabalho (que eu gostei bastante) conheci o jeito de uma garota que é da mesma sala que eu há uns 2 anos,mas nunca prestei atenção nem falei com ela. Quanto mais eu conhecia ela,mesmo sem falar muito,eu me apaixonava mais,mas como o ano estava acabando (foi no final do 9º ano) e as férias chegando,não pude começar a falar com ela. Então nessas férias eu comecei a conversar com ela pelo Whatsapp e ela foi bem simpática e tal,falei sobre diversos assuntos que ela gostava,como Harry Potter,ela tocar piano,jogar basquete,mas meio que eu sou exatamente o oposto dela,até hoje não achei nada em comum além de estar na mesma sala (tentei me interessar por HP,li os 2 primeiros livros ,mas não tive vontade para continuar),e o assunto NUNCA rendia.Talvez (acho provável) que ela não se esforce para manter a conversa e ela acaba morrendo e eu tenho que puxar um novo assunto. No dia 1 as aulas voltaram e eu ia falar com ela,mas ela passa o tempo todo com os amigos e como sou tímido não tive coragem com as amigas dela,e acabei só dando um oi e um tapinha na mão bem tosco no final do dia.Hoje também dei um tchau e só,tentei conversar no Whatsapp e como sempre a conversa não rendeu,mesmo eu me esforçando muito... Sinto que ela nem quer falar comigo,me responde por educação,meus amigos mesmo dizem isso,mas eu não sei o que fazer,sou muito apaixonado por ela e não consigo esquece-la,podem me ajudar ? O que eu faço ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tb O meu e parecido mas a unica coisw q vc deve fazer e aumentar sua auto estima E a atitude so isso q falta Vc tem q ser mais direto

      Excluir
    2. tb O meu e parecido mas a unica coisw q vc deve fazer e aumentar sua auto estima E a atitude so isso q falta Vc tem q ser mais direto

      Excluir
  109. Não sei por onde começar, eu só estou tão cheia de tudo que posso acabar explodindo alguma hora, eu sinto que vou enlouquecer a qualquer momento, eu não tenho com quem conversar, procurei qualquer coisa na internet e achei esse site... sinceramente, desculpa, não acho que vcs poderão me ajudar, minha mensagem pode nem ser lida, mas eu precisava falar com alguém, qualquer pessoa, não é nem um pedido de ajuda, pq acho que eu não conseguirei melhorar, é tão sufocante, parece que eu estou presa em um corpo que não é meu, eu queria me livrar disso, meu coração doí mas eu não sei da onde vem a dor, eu queria só que tudo parasse, queria não precisar sair de casa nunca mais, queria passar o resto da minha vida trancada em um lugar onde ninguém soubesse, queria não ter que viver essa realidade de vida, estou cansada, tão cansada, mas quando deito não durmo, estou em um mundo que não pertenço, as pessoas são tão superficiais para mim, eu só não consigo confiar em mais ninguém, eu nunca tive realmente alguém, eu não consigo parar de chorar, eu sinto constantemente vontade de me matar, eu não sei o que ainda me mantem em pé, acho que Deus nunca existiu, ou se existe não gosta de mim, tudo só da errado na merda da minha vida, eu estou cheia disso e eu não sei como melhorar, e se eu não conseguir melhorar? eu não estou louca, eu só...queria ir embora, só queria viver em paz, minha cabeça doí tanto e meus pensamentos estão me sufocando.
    Não sei pq ainda estou escrevendo isso, nada vai mudar, pq isso tinha que acontecer comigo, eu não sou louca, eu não sou louca, alguém, por favor, me mata, pq nem pra isso eu sou capaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode falar comigo se quiser, 11960438879

      Excluir
    2. Li isto e to com seu comentario na cabeça ate agora, queria ajudar

      Excluir
  110. Olá, meu nome é natalia, tenho 16 anos, eu terminei o namoro recentimente. Eu custumo ser animada e comunicativa mas sempre que termino um namoro entro em depressão, sei que temos que aceitar mas isso não entra na minha cabeça, odeio desistir do que eu amo, mas muitas vezes a pessoa foge de mim, e eu me sinto deixada para tras, ontem em uma tentativa de reatar a relaçao o meu ex pediu para a familia dele falar comigo e falar que estava ficando chato essa minha insistencia, eu me sinto idiota, mas nao queria ser assim, eu queria ter forças para seguir em frente mas odeio seguir sozinha sem a pessoa que eu tanto amei comigo. Me ajude se puder..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Natalia,
      Como vc mesmo disse, todo e qualquer fim de relacionamento é mesmo complicado,
      leia nossa postagem sobre fim de relacionamento:
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/12/terminamos-e-agora.html,
      nessa postagem falo sobre as fases do fim do namoro, e o que vc esta enfrentando.
      Abraços!

      Excluir
  111. Olá, me chamo Fátima e tenho 50 anos,sou casada à 8 anos, tenho um problema de mal humor, hora estou bem rindo brincando dai fecho a cara e chego a ser grossa com as pessoas, minha irmã disse que é um saco vir em minha casa, pois estou sempre de cara fechada, meu marido coitado, sou grossa com ele até nos momentos íntimos, para irmos uma festa, ele já me falou que ser for para sair e ficar de cara amarrada é melhor nem sair,poderia me ajudar, gostaria de mudar esse meu jeito, já até tentei sozinha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fatima,
      o que vc acha q poderia ser a razão desse seu mau humor?
      tem algum motivo específico, talvez uma serie de acontecimentos,
      coisas que podem ter ocorrido a mto tempo atras, mas que estão refletindo no momento?
      precisamos encontrar a causa raiz do problema...

      Excluir
  112. Bom dia. Me sinto insegura e angustiada. Como a ficar nervoso. Acho que tenho que contar tudo pra todo mundo. Às vezes quer ficar sozinha. Choro do nada. Tenho desânimo. Quero viver. Não quero sobreviver. Tenho 20 anos de idade. Tenho um namorado. Quero confiar mais em mim mesma. Não confio muito nas pessoas. As vezes começo a soar muito. Moro com meus pais. Gosto de animais. Eu quero viver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      vou te passar o link de duas postagens, que vão poder te ajudar:
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2016/10/vontade-de-morrer-siga-estes-10-passos.html
      http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2017/01/aumente-sua-auto-estima.html
      Leia na sequencia.
      Abraços :*

      Excluir
  113. ola meu nome é villyam fiz 18 por agora e meu problema e de simplismente nao conseguir sentir nada estou indiferente a tudo a felicidade ou tristeza de pessoas proximas nao me afeta mais nao consigo mais sentir saudade de ninguem ter amigos ou nao nao me faz diferença nada que eu faço me da prazer gostava de jogar video game com meus amigos e sempre zuei com eles em todo lugar que estavamos agora nada que eu faço me da prazer nao e como se estivesse depresivo mas as vezes da uma tristeza de leve um vazio ontem passei o dia inteiro deitado na cama pensando em um monte de coisa como o q me vai acontecer quando morrer e essas coisas e comecei a me sentir mal pra mim nao existe sentido na vida so nasci e sou livre pra fazer o q eu quiser e essas coisas nunca me afetaram dessa forma ja refleti sobre esses assuntos mas sempre de forma racional eu so nao quero me tornar um robo quero voltar a ter prazer em viver a vida mas nao consigo me comover com nada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Vc está passando da fase infantil para adulta, e com isso mtas responsabilidades surgem, esse seu desinteresse pode ser uma maneira que seu cérebro manda p vc superar essa transição.
      Abraços

      Excluir
  114. Olá Doutora Meu nome É vinicius E Estou No ensino superior. bom meu problema é muito complicado e queria ter uma boa resposta para isso: quando fico Feliz Fico sentimental demais e acabo Perdendo a concentração Mas quando fico triste me sinto leve E mais Focado. isso é normal ? oque é? Eu admito que minha relação com as pessoas que convivi me preferem ver mais concentrado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vinicius,
      pode ser que você não consiga se concentrar quando se está feliz, pelos hormônios da felicidade, principalmente a endorfina, que trás mais do que felicidade, também trás calma, e essa calma pode resultar em falta de concentração.
      Abraços

      Excluir
  115. Boa noite, Dra! Meu nome é Letícia e tenho 16 anos. Minha situação é o seguinte: me considero uma pessoa muito extrovertida, amo conversar e interagir com as pessoas. Mas há algo que anda me incomodando muito, e isso começou faz uns 3 anos. Tenho problemas com o nervosismo, como por exemplo quando vou apresentar um trabalho, ou falar em público, sinto que meu rosto esquenta, e quase não consigo visualizar o que acontece neste momento, e o que mais me incomoda é que meus lábios começam a tremular quando sorrio. É algo incontrolável parece. Preciso muito de uma ajuda quanto a isso! Às vezes gostaria de me expor mais mas tenho receio de que eu possa ter este ataque de nervosismo!!

    ResponderExcluir
  116. Boa noite Doutora,meu nome é Agatha,tenho 18 anos e estou frequentemente me sentindo muito vazia,com um sentimento de inutilidade forte e nao tenho vontade de fazer algo diferente nesses momentos.Me vitimizo muito comigo mesmo,nao sei se isso é bom para mim,em qualquer atividade ou dificuldade que passo,fico pensando muito em como sou a coitada da situacao.
    Me sinto um pouco mimada por em algumas situacoes nao ocorrer o que eu gostaria e ficar chateada muito com aquilo sem necessidade.
    Eu criei uma certa dependência da minha mae muito forte,isso torna qualquer briga nossa,ate as mais bobas,me deixando muito triste
    Nao tem um dia que passe eu fique sem me sentir triste,com uma certa ate dor no peito,gostaria de saber se isso é normal...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e responderemos o mais breve possível.

Postagem em destaque

5 dicas para alcançar o sucesso!

Olá!!! Siga o blog e compartilhe a postagem! Vou deixar com vocês hoje 5 dicas para você alcançar o sucesso em tudo o que você quiser.  G...