quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A resposta de tudo


Depressão, estresse, decepção consigo mesmo, a resposta para todas essas coisas é apenas uma DEUS, o único psicólogo que entende 100% o paciente, o que tem a melhor solução para os Problemas.
Pessoas que precisam de motivação: Vocês podem todas as coisas naquele que os fortalecem.
Pessoas com cargas muito pesadas para carregar: Entregue suas preocupações a Deus pois ele cuida de vocês.

Deus capacita, Deus cuida, Deus está a todo tempo e a todos os lugares com você!!!!!!

Antes de deixar o comentário peço que deem uma olhada na mais recente PUBLICAÇÃO

Att
Sua psicóloga 

Cresça em alegria e contentamento - Compreendendo que Deus é fonte suprema de felicidade
Cresça em devoção e obediência - dispondo- se a ceitar a vontade de Deus, sabendo que ele quer o melhor para você.
Cresça em confiança - enfrentando e vencendo tudo por meio de Cristo.
Cresça em coragem - Sabendo que Deus lhe dará força e o poder que você necessita para fazer o que ele pede.
Cresça em humildade - permanecendo firme, compreendendo que Deus se importa com você e procura meios de abençoá-lo enquanto você o segue.

66 comentários:

  1. Olá!A sensação que tenho é estar dando voltas em torno de mim mesma, diante de tantos problemas e sem encontrar a solução para nenhum deles. Sinto-me tonta, cansada e a ponto de explodir.Meu nome é samantha tenho 26 anos e sinto minha vida revirada de perna pro ar. Me sinto sufocada e com vontade de chorar pra ver se assim me sinto lavada por dentro. Aos 12 anos descobri que meu pai é dependente químico e de lá pra cá todo meu mundinho de fantasias foi destruido, massacrado, meu sorriso inocente de criança foi arrancado e em troca me deram choros e lamentações, noites e noites sem dormir a espera, a procura, a tortura o medo se tornaram rotina no meu dia a dia. Meu pai, trabalha,sai somente aos finais de semana para beber uma cervejinha é um cara inteligente,ou melhor dizendo instruido sábio, lê jornal todos os dias tem um bom convívio social mais isso tudo veio se decaindo com o tempo até ao ponto de sumir por completo durante 7 dias, fiquei sem dormir, sem comer apenas aguardando o pior. Encontrei ele desorientado na rua com as mãos machucadas. Não me contive, pensei em brigar, gritar como muitas outras vezes mais somente chorei, chorei como se fossem minha ultimas lágrimas me senti morrer em vida olhando meu pai daquele jeito... nesse meio tempo um turbilhão coisas aconteceram meu tio avô faleceu, o avô do meu esposo também, fiquei doente (amigdalite aguda), crise financeira e minha avó foi minternada, pra completar depois de toda essa tensão ao meu pai sumiu novamente hoje já se vai o 3º dia.Tudo de novo!!!! vontade de gritar sair correndo e dizer CHEGA! Pelo amor de Deus CHEGA!! me sinto tremula e sem vontade de levantar da cama, meu coração dispara. Preciso ser forte pois tenho um filhinho de 5 anos tento filtrar ele de todas as formas de todos esses problemas mais toda essa exigência me faz me sentir mais pressionada ainda.Socorro!!! me sinto a beira de um precipício sendo segurada pela responsabilidade de ser mãe.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    peço desculpas pela demora,
    mas enfim:
    é uma carga muito pesada para carregar sozinha, mas você tem que ver que NÃO está só, você tem amigos, tem familia, e mais do que isso tem um amigo que nunca falha: Deus.
    Sabe, muitas vezes queremos que Deus mude as circunstancias, mas ele só esta querendo mudar nossos corações.
    Fale com seu pai, ache um jeito com que ele intenda o que você esta sentindo, se isso não der certo, não o abandone, mas não deixe de viver a sua vida...
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. oi td bem eu queria pedir uma opiniao eu sofro muito pois mim acho muito abaixo das pessoas e tem hora que quero mostra que nao sou pior elas fala que eu mim acho muito mais nao eu fico muito triste porisso eu tent mim levatam o que posso fazer para mudar isso

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    não de hoje venho tendo depressões recorrentes principalmente quando as pressões da faculdade aumentam. Pra começar do começo vou falar dos meus pais e irmãos, ponto crucial da vida de qualquer pessoa. Meu pai, japonês tradicional, tem uma enorme dificuldade de transparecer suas emoções. Não me lembro uma única vez que ele me abraçou, uma vez que ele me disse que ia ficar tudo bem e eu também nunca o vi chorar, se lamentar comigo, nem mesmo comentar de seus negócios ou assuntos pessoais. É uma pessoa muito fechada e não o culpo por ser assim, mas é inegável que herdei parte dessas características, o que me prejudica muito, pois em uma cidade grande com São Paulo é preciso estar aberto para que sua vida social seja melhor. Essa insensibilidade talvez não o afeta como me afeta, pois tenho em mim também uma parte da minha mãe, ora efusiva ora sentimental e depressiva (ela tem transtorno bipolar) me passou toda a tristeza de uma vida que foi ceifada pelas convenções, a tristeza de seus sonhos mortos e natimortos que teve e que virá a ter. Diferente de meus irmãos, eu nunca soube lidar indiferentemente com seus defeitos e aproveitar suas partes boas, sempre me foquei em me irritar com seus erros, culpando-os por minhas angústias, ainda que eu saiba da injustiça disso.
    Essa família, o clima interiorano, a predileção pela leitura ao invés da música, pela pintura e cinema ao invés da dança me fez ser uma pessoa acanhada, solitária e cabisbaixa.

    No entanto, com o passar dos anos aprendi a me virar, ainda que meu estilo de vida só me levasse a ser cada vez mais só. Quando uma pessoa conversa comigo tenho medo de ser eu mesmo por poder ofende-la, parecer arrogante ou ignorante, e isso atribuo a minha pouca habilidade de se relacionar, habilidade que se atrofiou com o tempo.

    Essa dificuldade de relacionamento me levou a outro grave problema: a ausência de mulheres na minha vida (ademais pelo fato de eu fazer engenharia). Minha timidez e meu físico tísico, minhas feições nipônicas e meus assuntos ''estranhos'' afastam as mulheres, principalmente por elas notarem uma auto-estima baixíssima em mim. Isso me fez recorrer a prostíbulos, em repetidas e frustrantes tentativas de contato humano, onde só desenvolvo ainda mais minha impessoalidade, pela própria impessoalidade do ato.

    Cai num ciclo terrível de afastamento das pessoas, tenho medo de ser julgada por elas a cada instante, por todos meus atos, tento compulsoriamente agrada-las com favores e bajulações quase que automáticas. Sinto-me um tremendo perdedor, uma pessoa que com todas oportunidades insiste em se bater, não consigo aproveitar a vida nem vê-la com outros olhos.

    Não tenho coragem de falar com meu pai (ele acharia frescura, penso), nem com minha mãe (que ainda me trata feito um bebê), nem mesmo com meus irmãos para que eles não me julgue.

    Penso em contar isso à um amigo, será que realmente ajuda? Devo procurar uma psicóloga? Como acabar com minha timidez, com meu jeito enrustido, minha voz lacônica e sem presença?

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    Me chamo vera lúcia e estou passando por problemas no meu relacionamento.namorei com essa pessoa um ano e dez meses,e por e umas bobagens terminamos.Passamos cinco meses separados e quando soube que ele estava se interessando por outra pessoa,fiquei desesperada com medo de perde-lo.Então resolvi deixar meu orgulho de lado e falar com ele,disse que ainda o amava e não queria perde-lo.Eu nunca tive dúvidas em relação ao amor que ele sentia por mim,por isso quis tentar novamente.
    Então voltamos e estava uma maravilha,com um ano e Trêz meses que tinhamos voltado,ele veio falar comigo sobre o nosso namoro.Disse que me amava muito mas não do mesmo jeito de antes,e que por causa do tempo que ficamos separados tinha mudado o que ele sentia por mim.
    Ele falou que estava cansado de namorar,e queria casar,mas tinha medo de se arrepender ou não sermos felizes.Perguntei se ele queria terminar mas disse que não.Diante de tudo que ele me falou,fiquei sem saber que caminho seguir.Fiquei arasada,foi como se meu mundo tivesse desabado,já que estava na espectátiva de que a qualquer momento fossemos casar.Pois o amo muito,ele é uma pessoa incrível,o homem que toda mulher deseja ter.Carinhoso,atencioso e muitas outras qualidades que nunca encontrei em outra pessoa.
    Já tinha comprado várias coisas de casa,objetos pequenos de cozinha e quarto.Tive que me disfazer de tudo por conta da imensa tristeza que fiquei.
    Não consigo esquecer aquela essa data 23/06/2011,durante dias fiquei muito mal perdi a vontade de tudo.Comer,dormir,sair,trabalhar.E chorava constantemente,cheguei a desmaiar algumas vezes de tão fraca,mas ele não sabia.A única coisa que passava em minha mente era...tirar minha vida.
    Só assim acabaria meu sofrimento.
    Mas pensava em minha família,o quanto eles iam sofrer.Então fui me conformando e pedindo a Deus que ele voltasse a me amar como antes.
    Mais Deus não ouviu meus pedidos e ontem percebi que ele estava triste,fui conversar e ele me disse que ainda não tinha mudado nada em relação a nóis,disse a mesma história de antes.
    E agora estou sentindo tudo novamente,não sei o que fazer.
    Se termino ou não,se espero mais um tempo.Ou se peço um tempo para nosso namoro.
    Tenho medo de ficar com depressão e não aguentar.
    Estou deprimida,tenho a alto estima baixa,e sempre acho que não sou capaz de amar outra pessoa e que não consigo viver sem ele.

    Por favor me ajude!!!

    Meu email é:veve_zi@hotmail.com

    Aguardo,

    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Olá ! Gostaria de saber como posso expor meus problemas e um auxílio em sua resolução. Meu e-mail é thiago22.mafra@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá, edu gostaria q vc me passase seu e-mail para poder falar melhor com vc.
    Mas sabe eu tambem era muito tímida, isso NÂO é facilmente resolvido,por isso irá depender muito de vc, de quanto vc vai querer mudar e o que esta disposto para fazer.
    Se precisar de uma amiga, mande seu e-mail e voltamos a conversar.
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. msn:aline-gtba@hotmail.com
      orkut:http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=17808597941579086987
      face:http://www.facebook.com/aline.docarmo.52

      Excluir
  9. Oi =)
    Bom, eu tenho pais separados e tenho um padrasto e uma madrasta.
    Faz alguns anos a namorada do meu pai parou de falar comigo "do nada" sabe? era uma crise de ciúmes que ela tinha,então eles terminaram o namoro.Até que depois de alguns anos (esse ano)resolveram voltar de novo e entao se casaram e agora ela é minha madrasta definitiva e ja mora na casa do meu pai. Mais quando o meu pai me convida para ir dormir na casa dele, eu nao me sinto a vontade como antes,quando eu era bem amiga da minha madrasta.Eu nao sei direito por que.....
    Sempre quando vou la,acontence algo comigo....
    tipo fico resfriada.. fico doente...
    Minha mae me disse que é pelo meu emocional que nao esta bem.
    Eu aceito ela,mais como aconteceu muitas coisas antigamente que fez agente se separar.(aquela rejeição que ela tinha por mim)acabou criando uma incomodação.Vejo que a casa dele não é mais a mesma que antes e sinto saudades da antiga casinha.
    Acho que aquele ciumes que ela tinha e aquela rejeição que ela tinha me fez ter sentimentos confusos.Completamente confusa!!!
    Me ajuda por favor!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    A um bom tempo (quase um ano) ando em um estado de tristeza que vai e volta todo o tempo. O ano de 2011 trouxe grandes diferenças na minha vida, tenho 18 e no comecei a fazer faculdade no início do ano, estou fazendo um curso que quero onde eu queria fazer a minha situação financeira não é das piores, eu sinto que é como se eu tivesse quase tudo que eu precisava para estar bem, mas o problema é que não estou.

    Eu me sinto muito triste e solitária, não que não haja pessoas ao meu redor, mas é como se não houvesse alguém para ser meu confidente. Tinha poucos (dois) amigos no colégio, mas que realmente faziam jus a essa palvra, sentia-me segura para falar sobre qualquer coisa. Também fazia parte de um projeto social onde haviam pessoas muito queridas que eu saia basicamente todo final de semana antes de eu começar a fazer cursinho no meio do ano passado.

    Com essa mudança perdi muito contato com meus amigos os vi apenas três quatro vezes durante todo ano. O problema é que as pessoas que estudam comigo agora são quase o meu único convívio social, e essas pessoas são extremamente diferentes de mim, nos gostos musicais, filmes, estilo de vida, acho que a unica coisa que temos em comum é o curso que fazemos, então eu passo a maior parte guardando meus pensamentos e pedaços do meu dia para mim mesma. Não é que eu fique sentada em um canto isolada, eu me socializo, converso com um determidado grupo que "faço parte", mas apenas assuntos superficiais ou sobre as festas que elas foram, falar sobre mim é outra coisa, acho que elas tem mais interesse em me fazer igual a elas do que compreender e conhecer quem realmente sou.

    Em casa não falo muito sobre mim, parece que tudo que falo nunca é esquecido e se conto algo ruim que aconteceu comigo isso é muito "remoído" falam comigo exaustivamente sobre coisas que eu já gostaria de esquecer. Então nesses mais ou menos dez, onze meses não tenho tido com quem falar sobre mim. Então é como se tivesse uma bola de neve dentro de mim, e se eu falasse sobre tudo aquilo que está me fazendo ficar triste eu escreveria um graaande texto (bem maior que esse!). Espero receber sua ajuda! Um abraço!

    mani.skid@gmail.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, bom, eu encontrei o seu blog, procurando no google por uma psicóloga que pudesse me ajudar de um jeito fácil e rápido a entender um problema que eu tenho, então eu só precisava de alguém que pudesse falar comigo, pela internet msm, para avaliar o meu "caso" e ver se eu tenho mesmo um problema psicológico, que precisa de tratamento, ou se é só uma neura mesmo.. enfim, o problema é que eu acho que posso ter fobia social, mas eu não sou nenhuma especialista e queria falar com uma para que pudesse me "dar o diagnóstico", e, se necessário, eu procuraria ajuda profissional perto de mim, conversando com alguém pessoalmente.. então, se for possível, já que você é psicóloga, poderia, por favor, entrar em contato comigo? obrigada, bjs, Kamilla (kamillamassilon@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia...Meu nome é Daniele, e peço a ajuda de vocês para me aconselharem, pois estou muito confusa. Namoro há 3 anos e no começo desde namoro foi tudo muito dificil, meu namorado me traiu, mentiu muito pra mim, resumindo me magoou muito. Tanto é que hoje em dia me tornei uma pessoa insegura, ciumenta, implicante e com a auto estima baixa. Ele mudou muito por mim, aos poucos eu consegui colocar ele do meu jeitinho, mas mesmo assim ainda é muito dificil de perdoar ele e me perdoar também por eu não ter largado dele na epoca que ele me fazia de boba.
    É tão estranho que hoje em dia ele não faz nada para me prejudicar ao contrario ele faz tudo que eu peço pra ele, mas ainda assim não consigo confiar em nenhuma palavra que ele me diz e não consigo esquecer o passado. E eu amo ele muito, estamos quase para casar, já compramos a casa, estamos comprando os moveis, mas brigamos todos os dias, implico com ele todos os dias por ciumes bobos e pela minha insegurança que se tornou algo doentio, eu sofro muito com tudo isso e gostaria muito de ajuda.

    ResponderExcluir
  15. OI BOM DIA MEU NOME E THAMIRES ESTOU AQUI PARA FALAR UM POUCO DA MINHA VIDA,NA VERDADE EU SOU FELIZ SIM MAS TENHO UM PROBLEMA,QUER DIZER,NEM SEI SE UM PROBLAM OU DOENÇA PORQUE DE FATO NAO SEI DE MAIS NADA.....
    EU SOU GORDINHA..ENFIM..NAOCONSIGO SAIR DE CASA POR MAIS QUE EU ME ESFORCE EU NAO CONSIGO ESTUDO E VOU COMEÇAR A FAZER CURSO ESTE ANO(2012),QUE DE FATO NAO SEI O QUE FAZER JA VI MUITO ESSE CASOS DIZEN QUE E SINDROME DE PANICO,MAS EU NAO SEI SE E 'ISSO MESMO PORQUE AMOMINHA FAMILIA E VIVO DIZENDO ISSO TODO DIAS PRA ELE SOU JOVEM E TENHO 15 ANOS NAO SEI SE ISSO FAZ PARTE DA DA QUELA (FAZE)MAS QUANDO OLHO PRAS PESSOAS FICO IMAGINANDO O QUE ELAS PENSAN DEMIN SABE....
    E EU TENDO SIM FICAR TODO TEMPO FELIZ MAS E MUITO DIFICIL MAIS NAO CONSIGO DORMIR MINHAS MUDANÇAS DE HUMOR SAO DE REPENTE AS VEZES CHORO POR NADA AS VEZOS FICO COM MUITA RAIVA POR NADA NAO SEI SE ISSO E NORMAL...
    ME ACORDO TODO DIA PENSANDO QUE MEU DIA JA ESTA PRONTO QUANDO VEJO EM FRENTE NAO VEJO MEU FUTURO VEJO CAMINHOS FECJADOS ENQUANTO VEJO VITRORIAS DOS OUTROSME SINTO UMA FRACASSADA,FALAR ISSO E DIZER QUE EU TENHO ALGUM TIPO DE PROBLEMA JA ALGUMA COISA NE?E MUITO DIFICIL ASSUMIR EU TENHO A MINHA FAMILIA MAS ME SINTO TAO SOZINHA POR FAVOR ME AJUDA A ENTENDER O QUE EU TO PASSANDO O QUE TENHO COMO ENFRENTAR
    E VIVER FELIZ

    ResponderExcluir
  16. este saite ainda esta funcionando?
    bem,eu estou gravida e meu casamento esta uma merda,sem contar que mudei muito de uns tempos pra cá,jah n estou mais me reconhecendo,sem contar que muitas vezes passo dias sem dormir,mesmo estando exausta não consigo pegar no sono...
    vou passar meu e-mail,para entrar em contato caso ainda esteja disposto a me dar uma opinião,e que eu possa te explicar melhor oque esta acontecendo.

    gabygabrielagerhardt@gmail.com
    Obrigada des de jah!

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde ! Eu me chamo Jeremias tenho 20 anos. O meu problema é o seguinte, as vezes eu fico muito nervoso e preocupado com coisas simples e fico pensando será que tá tudo certo ou não. E não consigo ficar calmo ou sossegado até resolver um determinado problema, também tenho um pouco de dificuldades de falar com as pessoas, que as vezes acaba deixando eu mais nervoso ainda e começo ter um pouco de tremedeira. Outro problema também é que não consigo se relacionar com outras pessoas ou seja as vezes tenho medo de chegar numa pessoa que gosto.Preciso muito que alguém possa me ajudar ou dá conselhos. Ficarei grato se me puder ajudar acabar com esse tipo de problema.
    jeremias.camargo.o@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. Olá estou precisando de um conselho eu não sei o que eu faço,eu briguei com uma amiga comum que eu contava tudo sobre mim tudo mesmo chegaram em mim e falaram que ela estava falando de mim ela é bem mas velha tem 25 anos ai eu fui grosa com ela e ela disse que como eu acredito nisso que falam ai quarta eu vi ela e pedi desculpa mas não estamos a mesma coisa e eu estou me sentindo mal não sei porque o que eu faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá peço desculpas,
      mas como deixei em outra publicação, estávamos inativos, entretanto como vc pode ver na mais recente publicação retornamos http://psicologaonlinegratis.blogspot.com.br/2013/06/estamos-de-volta-e-melhor.html
      se ainda precisa de ajuda ficaremos felizes em tentar :)

      Excluir
  19. pessoal: http://carreiraindividual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ola, prefiro não me identificar para contar minha historia.
    Há 1 ano e meio comecei um relacionamento com um amigo e descobri que gostava de ficar com homens tbm, mais isso nao é o problema, a 1 ano terminamos o relacionamento so que continuamos morando na mesma casa dividindo o aluguem com meu irmao e ele, numca o esqueci, e por nao ve-lo com outra pessoa e as vezes ficamos novamente, achei que ele gostava ainda de me e que poderiamos ficar novamnete juntos, terminamos por que vi ele com outra menina, e por nossa relacao tinha esfriado. mais meu amor por ele numca acabou.
    ha 4 dias descobri que nao era o que eu pensava que ele estaria so, ele me escondia 2 relacionamento, um com uma mulher e outro com um homem, dai estou sofrendo muito por que nao aguento ver ele saindo com ele, fico pensando neles juntos, mais nao queria que ele saise de perto de min, queria que esse amor acabace, mais que nos podesemos morar juntos e sermos amigos, como diz a frase"ruim com ele, pior sem ele" mais sofro de mais e nao sei oque fazer, preciso de sua ajuda

    ResponderExcluir
  21. Oii, meu nome é Ester, tenho 15 anos e sou muito tímida, e isso me atrapalha em quase tudo, seja pra fazer amizades, falar em público, em tudo praticamente. Sofro muito com isso e estou decidida a mudar, mas preciso de ajuda urgente!! Gostaria que você pudesse me ajudar, e prefiro conversar por e-mail, se for possível. Aí está o meu e-mail: ester.love12@gmail.com

    Obrigada desde já!!

    ResponderExcluir
  22. Oi, tenho 20 anos e estou passando por um momento muito difícil pra mim, término de namoro. Durou 5 meses, mais foram os melhores. Sinto meu mundo desmoronar a cada palavra, momento, tudo o que vivo me faz relembrar este namorado. Choro muito ainda, e já fazem mais de 4 meses, não aguento mais. Ele não quer mais nem saber de mim, faz um mês que não tenho notícias. Tento as vezes ligar, mas ele não atende, acredito que me ignora. Na última vez que nos falamos, liguei 7h30 da manhã, então acredito que ele só tenha atendido porque era muito cedo e nem viu que era eu. Não aguento mais sofrer, mais chorar. Saio bastante com meus amigos, até me distraio, mais não me cura. Os pensamentos não me deixa. As vezes me vem um desejo muitooo grande de ir até ele e dizer tudo o que ainda sinto, que eu o amo, mais ele mora a 4hs de mim, e não sei se seria recebida bem. Não sei mais o que fazer, o que pensar. Acredito que preciso me valorizar, voltar a ter auto-estima. Mas como? Juro que não sei. Não tenho vontade de nada. me ajuda.

    ResponderExcluir
  23. meu nome é jessika. constantemente mudo de humor e arrumo brigas com meu namorado sem motivos e quando ele não se incomoda a situação piora. Isso também acontece no trabalho ou em casa com outras pessoas e o meu humor muda varias vezes ao dia como eu disse sem motivos. Isso me faz mal queria uma forma de lidar com isso!

    ResponderExcluir
  24. Olá,

    O pai do meu filho (ex-marido) é viciado em crack. Como devo agir para ajuda-lo?

    dayanelogullo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  25. meu email é mateusrosa1003@uol.com.br

    ResponderExcluir
  26. Bom eu namorei por 3 meses uma garota e eu fiz tudo por ela, ai depois de eu não ir para .... com ela e não ter dado presentes ela terminou não entendia por que, mas fiquei super depressivo chorando muito e quando parei de lamentar conheci uma garota maraavilhosa linda encantadora e eu creio que amo ela mas as vezes me da um pânico achando que não sinto nada ou que os sentimentos ficam bloqueados por algum momento. Por que? meu e-mail: mateusrosa1003@uol.com.br

    ResponderExcluir
  27. Estamos iniciando com uma ideia semelhante a essa do site... nós somos um grupo de pessoas que gostariamos de ajudar e aconselhar ...


    www.conselhoonlinegratis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. boa tarde
    gostaria de saber se me poderia ajudar, ate mesmo so para desabafar ...nao queria escrever tudo aqui...
    se estiver disponivel o meu mail e jfbgentil@msn.com

    ResponderExcluir
  30. olá preciso de um conselho ...se puder entre em contato linealmeidasam@hotmail.com

    ResponderExcluir
  31. Boa noite, me chamo Fernanda e gostaria muito de poder conversar, de falar um pouco da minha vida e tentar entender algumas coisas que eu sinceramente venho a anos tentando entender e descobrir como posso resolver outras. Estou precisando de ajuda e não aguento mais, você poderia entrar em contato comigo por e-mail porque sinceramente não quero expor a minha vida, ou uma parte bem importante aqui.
    Muito obrigada,

    Fernanda.

    E-mail- omerix1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  32. Bom dia!

    Gostei muito da ideia de um aconselhamento online, gostaria de saber como posso ajudar, se posso ajudar de alguma forma as pessoas que entram em contato com esse blog, nem que seja só pra ouvir um pouco, muitos só querem uma atenção diferenciada.

    Grato,

    ResponderExcluir
  33. Email pra contato: frederickfov@hotmail.com

    ResponderExcluir
  34. Busco ajuda assunto particular.

    Email pra contato: jacyra_rocha@hotmail.com

    ResponderExcluir
  35. Olá!
    Bem eu não estou desesperada, nem sei se realmente tenho um problema mas... eu gostaria de um conselho. xD
    O fato é que em dados momentos eu me sinto realmente desmotivada. Eu não aceito e NUNCA vou aceitar o mundo como ele está hoje. Esse capitalismo RIDÍCULO - bem... não vou entrar em detalhes, apenas saiba que desaprovo- e muitas outras coisas. O fato é que eu me sinto desmotivada por que não encontro repostas: O que devo fazer? Como começar? Como encontrar respostas? Eu sei que posso fazer muita coisa mas eu só fico na falação! O meu sonho é mudar ou participar de forma significativa numa mudança, numa melhora do mundo! Eu não sinto que estou o seguindo! Até agora não mudei nada!! O que eu quero é viver sem arrependimentos ... mas até agora...
    Eu já tentei mudar algumas coisas mas as pessoas tem pontos muito egoístas, egocêntricos... tão capitalistas...Bem, eu vou dar um exemplo:
    Um professor meu mostrou um vídeo chamado "O lado negro do chocolate -É melhor você assistir antes, mesmo que apenas um pedaço, e sem essa de ver comentários antes de assistir!. Claramente eu concordo com o vídeo, acredito sim que aquilo é verdade, é uma reportagem, um vídeo que mostra mais uma crueldade desse mundo (não duvido nada das crueldades que essas pessoas gananciosas podem fazer, há coisas ainda piores!). Bem... eu gravei o nome de das marcas que conheço que fazem isso: Nestle e Hershey's. Falei para meus pais não comprarem mais dessas marcas, eles concordaram. Falei com meus tios e tias, eles discordaram. Continuam comprando e comendo, com gosto. Desde que eles estejam bem na casa deles com comida -de qualidade- eles não vão se importar!! Na páscoa eles me deram um chocolate da hershey's! MEU EU NÃO VOU COMER ISSO!! Eles sabem!! Parece até que querem me provocar ou sei lá o que!
    Eu sei que eu não comer não vai mudar nada significativamente... eu vou fazer mais!! Eu ainda não sei o que! E outra: você, depois de saber disso, de ver isso, de ter acusações, fortes embasadas sobre isso, vai continuar a comprar e a comer?? Como se não fosse nada? Isso é insignificante? A vida, a dor, o sofrimento daquelas famílias e crianças de nada importam? Você não se incomoda?? Não se sente culpado? E se fosse você naquela situação?? E SE FOSSE A SUA FILHA??
    Meeeu, que saco! O que devo fazer? O que pode mudar as pessoas? O que pode me ajudar a acabar com isso? Quais argumentos devo usar para, pelo menos diminuir esse individualismo?
    Eer.. eu acabei me empolgando demais nesse pedido hehe
    Se você puder, tiver tempo ou tiver alguma resposta peço que me contate :) Estarei de ouvidos Bjsss

    ResponderExcluir
  36. Preciso de ajuda! e-mail:patricinha_pop_htinha@hotmail.com

    ResponderExcluir
  37. Oi, bom, eu encontrei o seu blog, procurando no google por uma psicóloga que pudesse me ajudar de um jeito fácil e rápido a entender um problema que eu tenho, então eu só precisava de alguém que pudesse falar comigo, pela internet msm, para avaliar o meu "caso" e ver se eu tenho mesmo um problema psicológico, que precisa de tratamento, ou se é só uma neura mesmo.. enfim, o problema é que eu acho que posso ter fobia social, mas eu não sou nenhuma especialista e queria falar com uma para que pudesse me "dar o diagnóstico", e, se necessário, eu procuraria ajuda profissional perto de mim, conversando com alguém pessoalmente.. então, se for possível, já que você é psicóloga, poderia, por favor, entrar em contato comigo?
    e-mail: micheletejupa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  38. qro que alguem que possa por favor me ajudar, bem meu avô fazia de tdo pra que eu fizesse sexo oral nele, e por medo de acontecer alguma coisa comigo eu fazia, minha mãe descubriu isto e (graças a deus) pediu para me avô parar ou do contrário iria denuncia-lo, ele parou mais desde este acontecimento vim ficando mais solitária, vivo trancada em meu quarto em um mundo onde é só meu, em que ninguém pode entrar, sempre fui timida, então não tenho muitos amigos sofro na escola pois quando meus primos não comparecem fico só sem o que fazer, já fui inumeras vezes reprovada nas aulas de ed. física pois tinha vergonha de ir praticar e a minha turma me rejeitar é dificil fazzer um trabalho em grupo pois niguém me escolhe só tenho 13 anos e peço ajuda tbm por medo de prejudicar ainda mais o meu futuro... VIVO SOLITÁRIA POR CAUSA DESTE ACONTECIMENTO E MINHA AVÓ ME REJEITA POR NÃO GOSTAR DO MEU PAI ME AJUDA........

    MEU EMAI-L É: kellynha.rbdmx@gmail.com

    ResponderExcluir
  39. seu caso é triste ma nao impossível. vc tem alguem em quem confiar ou q possa contar? se tiver procure ajuda com essa pesso p te levar a um psicólogo ou entao se não tiver vá ao conselho tutelar de sua cidade epeça ajuda. sua mãe errou feio deveria ter denunciado esse monstro assim q soube maa ainda é tempo corra vc mesmo e reja senão vc vai passar o resto de sua vida sofrendo e com medo de tudo. não tenha medo de nada nem ninguém o pior ja aconteceu agora é correr atras do prejuizo q lhe causaram e seguir sua vida pra isso seja só mais uma cicatriz e não um problema pro resto de sua vida Q Deus te abençoe meu anjo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  40. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  41. ola meu nome e natanel tenho 18 anos nem sei por onde comesar sofro muito na hora de dormir pois falo a noite se bato do socos na parede tudo envolvendo briga durante o sono e tenho dificuldade em ouvir pessoas gosto mais de falar e tals

    ResponderExcluir
  42. olá oi sou Jadson e ñ sei como chegar até meu pai e dizer a ele que ouvi ele dizer que eu ñ sou o filho dele mas de outra pessoa >>foi assim eu estava deitado com a porta encostada ai eu ouvi meu pai dizer que eu ñ era/sou filho dele....bem mas a questão é que eu ñ sei como ou quando poderei chegar até ele e falar quem é meu pai:::::agradeço a atençao Obg...
    jalison_16live.com@live.com
    Jadson Oliveira

    ResponderExcluir
  43. Olá,o site está ativado ainda

    ResponderExcluir
  44. Oi, meu nome é Yasmim. Eu tenho 14 anos e queria ajuda... Vou contar do inicio pra vocês entenderem: minha mãe engravidou aos 15 anos do meu irmão Yuri, depois disso ela conheceu meu pai e engravidou do meu irmão Hallisson, ela engravidou denovo mas abortou, depois ela me teve, engravidou e abortou denovo. Dois abortos. O que me faz pensar que ela não queria me ter, já que os abortos foram antes e depois de mim (mesmo que isso pareça loucura). Com 3 anos de idade fui morar em Portugal com meus pais, eles nunca casaram e o relacionamento deles era bem difícil, meu pai traía minha mãe e minha mãe traía meu pai. O relacionamento era rodeado de mentiras e traições, discordâncias. Meu irmão Yuri ficou morando com minha avó desde pequeno, já o Hallisson, por ser filho do meu pai e da minha mãe ele morou conosco (logico) desde pequeno meu irmão assistia pornô na minha frente e me influenciava, eu tinha sete anos então da pra ter uma noção do que eu quis dizer. Quando crescemos, minha mãe quis voltar pro Brasil, eu tinha 10 anos quando a gente voltou e se eu soubesse, eu teria saído de casa naquele dia porque, eu nunca esqueço o dia que eu assisti na minha frente, meus pais brigarem pela ultima vez. Meu pai foi embora no dia seguinte, e arrumou emprego de caminhoneiro, ele nos levava de vez em quando mas ele arrumou outra mulher, e resolvi me distanciar do meu pai. As coisas estavam complicadas, e eu comecei a me cortar. Faz quatro anos que me cortava, meus braços são cheios de cicatrizes... O hallisson hoje tem 18 anos e eu nao falo com ele, nao olho pra ele, tenho nojo, raiva dele. Ele é covarde e já me bateu varias vezes. Meu pai mora no Tocantis com a mulher dele e minha mãe, minha mae ama o Hallisson. Ele nunca fez nada dentro de casa, nao tem ensino medio completo, não trabalha, e ela é mil flores com ele. Brigam, daqui a cinco minutos estão se amando. Eu faço tudo dentro de casa, estudo, procuro um emprego que dê pra mim, quero fazer minha faculdade e tudo o que recebo são reclamações, nunca ouvi um obrigado e um eu te amo sincero da minha mãe. Nunca recebi carinho, cresci em um mundo mentiroso, cheio de traições e ladrões. Tudo pra minha mãe ela vai me bater e tirar meu celular, enquanto ela nunca levantou um dedo pra bater no hallisson. Nao quero morar com meu pai porque ele é agressivo, eu nunca esqueci o dia que ele bateu no hallisson e o nariz dele começou a sangrar. Eu não gosto do meu pai, tudo pra ele é do jeito dele e pronto, acabou. Eu faço curso de pintura de pano de prato à força, eu já pedi pra minha mãe pra sair de lá e ela nunca deixa, ela não quer que eu saia, eu estou lá à força. Eu sei que isso é algo pessoal mas eu queria contar pra vocês entenderem o nível da situação, se o absorvente acabar, como por exemplo essa semana aconteceu isso, se não for com minha mãe, ela não compra pra mim. Aqui o supermercado fica longe de casa e ela não me leva pra comprar, se depender dela eu não ganho nada. Eu sou obrigada a ir pra minha avó, não posso fazer nada, nem ir pra casa de alguma amiga, nem pra trabalho escolar. Toda vez que minha mãe me chama (pode parecer exagero mas é a verdade) toda vez que ela me chama, é sempre pra mandar eu fazer alguma coisa. Minha amiga acha que quem se corta é babaca e faz pra chamar a atenção, ninguém sabe o quanto dói ter que guardar um segredo pra não perder amizades. Eu estou cansada de fingir que está tudo bem, porque nada está bem! Minha vida está uma droga. Nao sei o que fazer


    yasmimoliveira07@hotmail.com

    ResponderExcluir
  45. Olá sou a Filipa, tenho 14 anos e tenho medo de admitir que ás vezes não consigo distinguir a realidade da minha imaginação. Ás vezes dou por mim a sonhar acordada, mas os meu sonhos sou iguais aos que eu tinha em criança e não consigo me separar deles por alguma razão. Quando minhas amigas falam para mim eu raramente respondo porque minha cabeça esta em outro lugar. tenho medo que os sonhos se vão embora mas actualmente eles tem aumentado cada vez mais e eu estou a ficar com medo.O que eu faço?

    meu email filipanunes70@gmail.com

    ResponderExcluir
  46. Bom , Eu tenho andado muito estressada pra baixo sempre acho que é não sou boa o suficiente pra ninguém . Só fico dentro do quarto e choro o tempo .Sinto uma enorme vontade de sumir e as vezes penso que se eu morresse iria se melhor até porque que eu não aguento mais sofrer isso tá acabando comigo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Indiara Souza, o que te faz ficar estressada? O que é ser boa o suficiente? Você tem que procurar entender essas duas coisas. Ninguém é bom o suficiente, entende? Bom é só Deus! O pré julgamento que fazemos sobre a vida, situações e pessoas podem sim nos levar ao stress, relaxada e viva a vida com abundância. Não se cobre demais. Você está deixando de participar das coisas boas da vida. A vida não tem SÓ coisas ruins, há MUITAS coisas boas. Tenha fé e perseverança!

      Excluir
  47. Oi meu nome e tatiane estou passando por um problema muito dificil estou chegando ao meu limite ja pensei varias vezes em suicidio por favor precizo de ajuda o mais rapido possivel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatiane, não há mal que perdure 100 anos e nem benção que dure também. Nossa vida é cheia de provações; são estágios que devemos passar. Suicídio não resolve o problema mas leva consigo para a eternidade. Força e coragem e encare com paciência, tudo ficará bem. Acredite!

      Excluir
    2. Boa noite tatiane nao faça nenhuma loucura busque de Deus o refugiu pra sua alma seja qual for o poblemas entrega nas maus de Deus e confie nele e ele tudo fará.

      Excluir
    3. Tatiana, um bom passo vc deu procurando ajuda. Vc esta no caminho certo! Se ajude!... escreva ...pode ser numa folha de papel, um caderno.... desabafe... de tempo ao tempo... não sou religioso nem ateu, acredito em Deus e sei que ele esta em tudo e esta em vc e com vc. Acredite nisso, perceba isso e caminhe junto. Reflita, se ajude, tenha iniciativa para o bem. Vc não está sozinha, seja responsável com vc e com os seus. Bjs. Força!

      Excluir
  48. Bom dia, esta página ainda está ativa?

    ResponderExcluir
  49. Interessante aqui! Vim procurar ajuda. Mas embora tenha problemas muitos complexos, vejo que não sou o único. Atualmente me encontro realmente sem tempo mas preciso encontrar esse tempo, tanto para ajudar, como para ser ajudado... tenho muita coisa para escrever. Olhando para meu passado sofrido, vejo como escrever meus problemas, me faz bem. Aconselho que façam isso... esse espaço aqui é muito bom. Estou digitando do meu celular ao lado da cama com minha esposa... Preciso de ajuda sim... os problemas são recorrentes e temo perder o controle mas tenho uma vida normal... o que me incomoda agora é não ter uma pessoa para me abrir... tenho estado preocupado... vou tentar usar esse espaço, que conheci agora, espero conseguir me ajudar, ajudar e ser ajudado. Obrigado! ** não gosto de escrever no celular pois não tenho um campo de visão para ler, reler, corrigir e corrigir e repensar...

    ResponderExcluir
  50. Não sei como escrever anonimamente ou sem pelo menos cobstar minha conta com minha imagem. Isso me impossibilita de continuar...

    ResponderExcluir
  51. Passo por uma situação muito ruim no meu relacionamento meu marido mi traiu e perdoei mas ele uns dias pra cá mudou muito comigo quando da final de semana vive em Whatsapp e quer que fique longe dele coloca senha em tudo e desconfio que ele esteja mi enganado novamente estou muito triste magoada desprezada queria pedir ajuda a vcs um conselho já passou pela minha cabeça em fazer ate besteira pq não tô aguentando mas já conversei com ele e ele fala que vai continua assim mi ajude mi chama no email paulariviera2@Gmail.com

    ResponderExcluir
  52. Olá meu nome é Carla Beatriz e peguei o celular dá minha mãe para mandar pós estou sem celular...Estou tão triste tenho apenas 13 anos e me sinto tão sozinha não tenho amigos nem amigas na escola....E minha mãe também não apoiaria se eu tivesse então tanto faz.. meus pais são separados a mas de 6 anos ... Isso não me afetou muito eu acho...Porque não sofro com a separação deles mas sim com a distância que eu tenho do meu pai ele mora outra cidade.... Estou muito estressada eu não gosto do filho do meu padrasto e isso tem gerado muitas brigas em casa.....Eu sei não é justo que minha mãe se separe do meu padrasto por minha culpa é nem o filho dele ir embora por minha culpa...Pós quem ta errada sou eu.. então acho que como aquele ditado diz neh " o emcomodado que se retira" então acho que sou eu que tenho que sair...Eu que tenho que pagar pela o ódio que eu tenho do filho dele o filho dele mexe nas minhas coisas e eu sou a errada o filho dele é muito chato e para ele o filho dele é um santo e eu sou a errada na história k filho dele tem 11 ano a e ele pode fazer tudo que eu nunca pude....isso me revoltante fora a minha situação na escola eu me sinto só é a maioria dá turma não gosta de mim eu não tenho mas celular para afoga minhas lágrimas mexendo nele ...E nesse momento minha mãe tá em uma situação financeira muito preocupante ......Eu amo minha mãe mas ela só viver estressada .... Então não dá para conversarmos estou muito arrasada ...Sinto dores de cabeça frequentes sinto dores atrás dá nuca sintume inchada porque todas as noites eu choro....E minha mãe vive me dizendo que nós não vamos para frente porque eu sou negativa.....Mas e Difícil dizer que a vida me fez se assim pos minha mãe ficaria muito chateada ela ia fica muito chateada comigo...

    ResponderExcluir
  53. Boa Tarde.
    Esta pagina ainda esta ativa???
    ecfferreira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  54. Oii !
    Eu nao aguento mais a vida ,eu estou abandonando tudo não consigo me sentir feliz ,quase nada me faz bem e oque me faz bem nem posso ter ,me proibem de tudo .
    Os que se dizem "meus pais" nem se exportam com a minha existência e quando eu acho algo que me faz feliz eles ainda querem me privar .. Estou cansada eles ja nem me criaram quando pequena e ainda acha q me chingado e brigando vai resolver os problemas.
    Eu nao sou bicho de ninguém eu sou um ser humano que precisa de atenção não de pessoas me criticando isso eu ja faço sozinha.
    As pessoas falam que se suicidar vai pro inferno. Inferno e oque eu estou vivendo aqui agora !
    Eu estou farta de viver assim ninguém se em porta se estou bem ou não,ninguém sabe oque a gente sente pra fazer oque fazem .As vezes tenho vontade de me cortar de novo .. quando estou mal ouço uma voz no subconsciente me dizendo corta ,corta,se liberta desse sofrimento ... Se mata que ninguém liga mesmo você só é um Se e insignificante e ninguém se em porta com você ..
    Eu nem sei pque eu estou aguentando ainda . Faço de minha âncora minha melhor amiga e o menino que gosto ,eles são a força que não me fez morrer ainda . Mas também eu não quero acabar sendo so mais uma garota suicida ,que se mata"por bobagem " como se diz a sociedade.Essa droga de sociedade nao sabe oque se passa na cabeca das pessoas que sofrem por isso ,passam por isso. Eu preciso muito de ajuda eu ja não to aguentando o fio que liga minha vida da morte ja está quase se rompendo !

    ResponderExcluir
  55. Bm tenho um problema desde os 12 anos de idade qd estou com minha namorada e beijo ela tenho uma ereção q N d

    ResponderExcluir
  56. ola, estou passando por momentos de depressão e panico, fobia social etc.E também estou vivendo um relacionamento pessimo, mas tenho receio de terminar e sofrer as consequencias , porque ele é muito violento e ciumento,.O que fazer?
    meu e-mail.Veratostes367@gmail.com

    ResponderExcluir
  57. Olá desejo apenas alguém para conversar meu zap 031 989728183.obrigada.

    ResponderExcluir
  58. Olá. N ando muito bem. Tem dois meses q minha vida mudou. Sou mãe de duas meninas lindas. Uma de seis anos e uma de dois meses. Pensei que seria mais fácil. Mas confesso que To surfando. Minha mais velha está tão desobediente e me cobra tanto atenção. Mas ela é tão agitada e meu bb chora tanto. Eu fico tão sozinha.e quando recebo ajuda ainda escuto q sou dependente. Eu to me sentindo tão mal. Sempre trabalhei e agora JÁ faz duas semanas q n consigo lavar uma peça de roupa. Eu n to dando conta. N tenho ninguém pra conversar. Tenho meu marido que trabalha a noite. Ele me ajuda tanto. Mas eu n sei pq n to conseguindo mais fazer nada. A louça a casa as roupas meu corpo está tudo uma desordem e todo mundo diz q eh normal e tal. Mas n da. Eu n tomo banho direito a dias. Mal consigo dormir. Minha cabeça dói todo dia. E meus braços fico o dia com o BB no colo. Eu as amo tanto. Mais as vezes sò queria sumir. Desaparecer. Esquecer tudo. Voltar a trás e refazer a vida. Estudar. Arrumar um bom emprego. Um carro. Uma Boa casa e sò então ter filhos. TÁ mt difícil. N quero nem sair de casa. Sò tenho vontade de dormir. Comer e chorar
    A ainda encontro gente q vem aqui sò pra me humilhar. Acredite ouço A sou gorda. Tive filho pq quis. Que sou burra.A n foi conta. TÁ tão dificil

    ResponderExcluir
  59. Bom... Ultimamente não me sinto bem comigo mesma, sinto que sou uma decepcde pra todos, e minha solução é a mutilação... Sei que não dá em nada mas é algo que de certa forma me acalma... Já ouve tentativas de suicídios... E as pessoas me chamam de louça, perturbada, retardada, depressiva... Isso mexe comigo, porque vozes repetem isso toda hora na minha cabeça... Eu só quero ser normal, ter uma vida tranquila, sem loucuras, perturbações, estresse, etc... Alguém me ajuda por favoe

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e responderemos o mais breve possível.

Postagem em destaque

5 dicas para alcançar o sucesso!

Olá!!! Siga o blog e compartilhe a postagem! Vou deixar com vocês hoje 5 dicas para você alcançar o sucesso em tudo o que você quiser.  G...