sábado, 7 de março de 2015

Até onde posso ver


Olá pessoal!!

 As vezes me perguntam, o porquê de eu sempre pegar um tema a partir de uma música. Bem, acredito que podemos refletir nas coisas mais simples da vida e isso pode ser uma paisagem, uma pintura, uma emoção, entre tantas outras coisas, como também uma música.

Esses dias estava escutando a música da banda Malta, Diz pra mim. (Segue uma versão instrumental ao lado).


 E escutando essa música, me chamou a atenção principalmente a parte em que fala "... Diz pra mim, o que eu já sei". E por que essa parte me chamou tanta atenção??

Quero compartilhar essa análise em 3 pontos:

Primeiro Ponto: Diferentes interpretações.

Afinal, quem nunca teve diferentes pontos de vistas sobre o mesmo assunto? E porque isso acontece? Acontece porque nada é isolado. Seu humor, sua paciência, experiencia, entre tantas outras, interferem diretamente na nossa maneira de ver e aceitar o que nos está sendo mostrado.

Segundo Ponto: Detalhes Ocultos 

Quem nunca assistiu um filme varias vezes e depois da terceira ou quarta percebeu uns detalhes que não tinha reparado anteriormente? Isso acontece porque nossa atenção é seletiva, não temos como estar focados em tudo o que acontece ao nosso redor ao mesmo tempo, (principalmente se você for homem...rsrsrsrs..) então a partir do momento que você assiste repetidamente, abre espaço para focar em outros detalhes que não tinha reparado anteriormente.

Terceiro Ponto: Enfatizar o que é bom 

Quem não gosta de receber elogios, principalmente se estes forem ditos repetidamente? Normalmente as pessoas dão mais importância a erros do que acertos. Faremos o contrário, quando for algo positivo, enfatizaremos e quando for algo negativo, perdoaremos.

E esses três pontos valem para a vida, as vezes você esta preso (a) em interpretações erradas sobre você mesmo, ou pode estar esquecendo detalhes importantíssimos sobre como você é maravilhoso(a). Mas nunca deixe de enfatizar o lado bom da vida, o lado bom das pessoas que estão ao seu redor, diga para elas o quanto você as ama. Elas já sabem disso? Òtimo! diga de novo, e de novo, vamos reforçar a importância que elas tem nas nossas vidas.


Deixo um grande abraço a todos,
vocês queridos leitores são muito importantes para mim!

SIGAM NOSSO BLOG E LEIAM NOSSAS OUTRAS POSTAGENS! =D





36 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Socorro nao sei mais oq faço..
    Tenho 18 anos e tenho uma bebe de 4 meses, moro com meu pai meu irmao e meu marido de 22 anos.. moramos juntos a 8 meses e meio.. sou MUITO CIUMENTA, nao deixo nem ver mulher na tv.. amo muito ele e estamos juntos vai fazer 4 anos, brigamos muitos ja nos separamos varias e varias vezes, pelo motivo dele beber demais e quere os amigos dele por perto, mais os amigos so atrapalha, deixa ele bebado, oferecem drogas, e leva ele para sai, pra mim isso nao é amigo.. acho q ele nao m ama, ele dorme em um canto e eu no outro, ele nao m faz um carinho sabe.. depois q tive bebe os seios caiu e nao m sinto mais avontade com ele sabe por eu nao gostar sinto q ele nao gosta e acha feio.. e sou magra nao tenho corpao.. e ele hj olhou uma moça semi nua e m mostrando, tenho certeza q v videos e ve mulheres peladas na net.. se ele me amase nao deveria fazer isso.. quando eu falo de largar ele fala isso mesmo vamo largar sabe ele nem liga se eu fala ele larga sem falar nada.. ele bebe nao que mais parar e quer sair, hj mesmo eu com a bebe no colo ele parou no bar com um amigo que estava bebinho falando coisa com coisa e queria colocar ele dentro do carro para dar uma volta com nois ai falei q se ele fosse eu ia embora a pé com a bebe e entao ele me falou a vai to nem ai.. E agora o que faço?? Ele me ama?? Devo largar??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou psicologa, mas li o seu comentário e olha você precisa se fazer muitas perguntas e chegar a uma resposta racional, não emocional. Vale a pena continuar nisso? Ele demonstra que pode mudar? Você já tentou conversar com calma, explicando que o ama e a situação toda? Deu certo? Você sente que pode mudar também visto que ele tem seus defeitos mas você também como disse tem os seus? Você está feliz? Se a resposta for não, o melhor é partir pra outra. Você é nova, tem um filho que é o melhor presente que você pode ganhar em toda sua vida, e uma vida inteira pela frente. Não fique se prendendo a algo que não está fazendo bem nem para você e nem para ele. Pense também na criança, as relações dos pais sempre influenciam na vida da criança e acredito que você quer o melhor para você e seu filho. É muito dificil deixar quem a gente ama, mas chega uma hora na vida que é preciso abrir mão de algumas coisas para conseguir outras. Enfim, espero que tudo se acerte pra você! Abraços.

      Excluir
  3. Ola, eu sou uma rapariga muito amiga gosto de ajudar as vezes interpretam me mal mas nao escrevo por esse fim. Bem eu namoro ha um ano e meio mais ou menos e o que sinto pelo meu namorado nunca mas nunca senti por ninguem e mesmo forte e como comecou foi mesmo especial. Ele e um rapaz exemplar mas o problema e que eu sou muito ciumenta pocessiva quero estar sempre com ele ( sei que e mau numa relacao de jovens porque assim nao sentimos a saudade a vontade de estar com a pessoa amada ) estou sempre agarrada ao telemovel a mandar sms eu tenho a nocao de tudo que sou chatinha e sempre a fazer perguntinhas que depois ao fim de muito tempo e cansativo tenho a nocao mas o meu problema e nao me conseguir controlar. Eu gosto mesmo dele e sei que ele tambem gosta de mim mas está cansado das minhas coisas. Como posso fazer para me controlar? :( quero mesmo preservar e cuidar deste relacionamento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, desculpa a demora para responder. Imagino que seja muito difícil para você agir assim. Ciúmes é um sentimento muito difícil de controlar, acabamos nos tornando quem realmente não somos. O primeiro passo você já deu, que é reconhecer que é uma pessoa ciumenta demasiadamente. Olha, se você gosta dele de verdade e você vê que ele gosta realmente de você, confia! Confie em você, principalmente porque insegurança é algo que se nota a quilomentos e desvaloriza você, o que você é! Você é especial a sua forma, e tenho certeza de que se não der certo com ele, é porque o destino prepara algo muito melhor pra você. Você se ama? Ame a si mesma primeiro, depois a ele. Se você faz por onde, dá o seu melhor para essa relação e para ele, você fez tudo. Se ele desviar do caminho é porque não era realmente pra ser. Faça a sua parte!!!! Isso é o importante. Aos poucos você vai perceber que é melhor que tudo isso, e seu ciume não-saudável logo desaparecerá. Espero que isso ajude um pouco. Se precisar falar mais pode me mandar um e-mail: layalapolicarpo@gmail.com. Abraços e boa sorte!

      Excluir
  4. fico trancada dentreo do quarto o dia todo deitada no escuro, choro desda hora que acordo té a hora que durmo novamnete, me seinto um lixo ,vazia, e quando estou com pessoas me sinto só, isso cada vez está mais forte, só penso em morrer e coisas ruins, até vozes escuto mandando eu me matar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (Pedindo licença a dona do blog para responder mais uma vez.)
      Já tentou procurar ajuda? Pensamentos assim são muito ruins e você não deveria pensar nisso, se algo aconteceu deve procurar enfrentar e não aceitar que isso destrua a sua vida que é longa e promete muitas coisas boas ainda. Sai de quarto, vá ver o céu que é lindo, pense em coisas boas, olhe o lado bom das coisas e procure ajuda. Muita gente pensa que psicologo é coisa de doido rs, mas não é, porque as vezes precisamos de uns conselhos imparciais, coisa que nossos amigos não poderão fazer infelizmente, mesmo querendo, por nós. Pensei bem!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Podia responder ao meu comentario sff ( mmm mmm )

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. olá tenho 28 anos tenho dois filhos um de 11 anos e outro q vai completar 2 aninhos. sou separada do pai do meu filho .. tínhamos um relacionamento conturbado. nos separamos mas continuamos saindo de vez em quando, um erro pois ficava com esperanças da gente se acertar e voltar mas ele sempre foi muito seguro do meu amor. hj nos separamos de vez, eu não tenho prazer em outros relacionamentos, eu tento mais não consigo gostar de ninguém. o q sinto por ele não e saudável, tenho verdadeira obsessão por ele, penso nele o tempo todo, morro de ciumes dele, bloqueei ele nas redes sociais pq não suportaria vê-lo com outras mulheres, acho q me sinto injustiçada como se quisesse q ele pagasse um dia tudo q fez eu sofrer, temos contato por causa do nosso filho, a frieza dele me abala muito, tudo q ele faz me atinge , não tenho paz, perco o sono tenho medo de enlouquecer, eu so quero virar essa pagina, preciso de ajuda não sei mais o q fazer. não demonstro p ele mas ele sente q gosto dele ainda e fica se achando. por favor me da uma orientação nao quero o mal dele eu so quero parar de me preocupar com a vida dele e seguir a minha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se desprende desse carma!!! Vá viver sua vida que é unica e é só sua. Seu filho é filho dele também, mas a sua felicidade só depende de você mesma. Opte por viver e deixar o que passou para trás. Pense no seu filho, nas coisas boas que estão por vir, nas coisas boas que acontecem nesse momento e as vezes nem nos damos conta que estão acontecendo por medo de enxergar a realidade. Tenha perspectiva de vida, sonhe, voe alto, faça planos, faça o que você mais gosta de fazer! Abraços.

      Excluir
  7. Eu me sinto muito sozinha, nao tenho a atenção dentro de casa, é sempre a mesma mesmice todos os dias, a impressao que eu tenho é que eu nao existo, nao tenho atençao da min ha mae e nem da minha filha, e isso me deixa com raiva, a vontade que eu tenho é de quando sair para trabalhar nem voltar para casa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é sua relação com sua mãe e filha? E como é seu dia-a-dia? O que você faz, como se diverte, o que gosta de fazer?

      Excluir
  8. Boa noite!
    Tenho 24 anos e namoro um rapaz com 11 anos de diferença.
    Sofri muito na minha infância com minha família. Presenciei muitas brigas, discussões... ( só um breve resumo)
    Fazem dois anos e meio que namoro esse rapaz e brigamos muito, não sei se por minha imaturidade por conta da diferença de idade. Eu não consigo manter um dialogo com ele, ele sempre que fala tudo e eu não sei nunca o que falar. Ele me culpa muito, diz que eu quero descontar toda raiva que tenho do meu pai nele, que com essa minha atitude de não querer conversar irei acabar com o nosso relacionamento, e eu concordo. É por isso que estou aqui pedindo ajuda.

    ResponderExcluir
  9. Ola! Tenho 24 anos, estou muito esquecida e com falta de atenção, e esta interferindo e atrapalhando muito o meu trabalho e estudos, o problema é que quanto mais tento prestar atenção ou tentar não esquecer determinada coisa... mais tenho problemas. E estas situações estão me deixando desmotivada e sem vontade de existir... não mais o que fazer... me ajudem Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que está realmente acontecendo?

      Excluir
    2. Então, eu não sei o que exatamente acontece comigo, me sinto estranha, porque a maioria dos jovens tem uma boa memoria, enquanto eu, por mais que eu tente, fracasso... acredito que em alguma fase da minha vida tive depressão, mas não acredito que atualmente ainda tenha. As vezes tenho medo de enlouquecer.

      Excluir
    3. Talvez seja bom então você procurando um psicologo pessoalmente para que ele possa fazer uma avaliação melhor do seu caso. De qualquer forma, se o problema é falta de atenção, tente fazer coisas que estimule isso, como jogos, assistir a algum filme, coisas do tipo que requer atenção. Tente se lembrar também, se algo está fazendo você se tornar desligada das coisas, algum problema, ou alguém, porque as vezes seu cérebro está focado em outras coisas que não deveriam.
      Espero ter ajudado um pouco. Boa sorte! Abraços.

      Excluir
  10. Oi,tenho 15 anos,sempre fui uma garota muito fechada,muito tímida,meio anti social.Não gosto de sair,gosto de ficar no meu quarto,ouvindo minhas musicas,lendo,eu digo que não gosto de gente!Moro na mesma cidade a 14 anos e não conheço nada,só a rua de casa mesmo,e se me perguntar que comércios tem nela não vou saber responder.
    Meus pais se separaram fez um ano.Eu fico mudando de casa de mês em mês,e de escola também.No começo da separação tive que ser forte,porque meu irmão mais velho precisava de mim,mesmo ele não falando eu sabia,então não demonstrava o que eu sentia para não preocupa-lo.Um tempo depois,eu já estava guardando tudo no meu peito,não aguentava mais,comecei a descontar toda minha raiva,meu sentimento de culpa em mim mesma!Eu me machucavam,e quando percebi eu não conseguia mais parar...
    Então fui morar com minha mãe (de novo),pensei que tudo ia mudar,e realmente mudou,eu pensei que tinha mudado,mais eu só tava e estou escondendo o que eu sinto,meu peito chega doer quando penso em tudo,minha garganta parece estar sendo rasgada quando tento segurar o choro..Eu fico observando os outros adolescentes da minha idade,saindo,se divertindo,eu queria ser como eles,mais eu não consigo,eu já tentei,mais eu não sou assim.Não tenho intimidade pra falar isso com minha ´´´´familia´´´´´,nem os vejo direito,mais eu gosto de ficar sozinha,me sinto sufocada com as pessoas,me falta ar! Quando estou na sala de aula,fico vendo,que eu estando ali ou não,não faria diferença,ninguém ali notaria!Quando você está em algum lugar cheio de gente mais mesmo assim se sente sozinho.Parece que apagaram as luzes e só resta você no mundo e ninguém pode te salvar.´´ Se eu estivesse andando em uma avenida,e um carro viesse em minha direção não tenho certeza se desviaria..´´ realmente,já tentei suicídio,não só uma ou duas vezes,mais várias vezes,nunca dá certo.Não consigo nem apresentar um trabalho que já passo mal,não consigo nem falar com as pessoas que minha voz muda,eu gaguejo. Eu sinto que tudo que eu faço é errado,mesmo não sendo..Não consigo me concentrar na escola mais,estou preocupada,só quero ficar deitada em uma cama o dia todo como sempre,sozinha,apenas com o som da minha respiração.Fico imaginando que se eu morrer,vai acabar com esse sofrimento todo,com essa intriga entre meus ´´familiares´´..Não consigo ser eu mesma,é realmente incrível o que você pode esconder atrás de um sorriso.Eu só quero acreditar em mim mesma! Mais eu não consigo..eu queria poder ser igual a todos,sair, me divertir,mais eu não gosto,não posso,e odeio..Já nasci assim,com esse defeito,´´doente da cabeça´´igual todos dizem...Talvez não há razão para ainda estar aqui..

    ResponderExcluir
  11. Hey! Não se culpe por isso, você é uma pessoa especial, só precisa acreditar nisso. E também, faz parte da idade, das oportunidades que você não teve, do modo como foi criada e as coisas que aconteceram na sua vida, com seus pais... Não se esqueça nunca de fazer o que te faz realmente feliz!! A vida é só uma e ninguém pode vivê-la por você. Se precisar conversar pode me mandar um e-mail: layalapolicarpo@gmail.com. Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Espero que possa tentar me ajudar a encontrar uma resposta, enfim...
    Sou amiga de um rapaz a dois anos e meio. Conversavamos bastante, sempre havia assuntos entre nós, mas geralmente quem mais falava era eu. Cheguei a mentir alguns casos só para ele se sentir "impressionado", com o tempo avaliei e percebi que não estava sendo falsa com ele, e sim comigo mesma. Também já tive umas crises de paixonite, sabia que nossa relação poderia ter ido mais além, com o tempo desisti por conta dos estudos, coloquei na minha cabeça que não era o melhor momento para pensar em namoro. Ele saiu do colegio e foi para outro, nosso contato se manteve virtualmente. Tive que me afastar das redes sociais com o tempo por conta dos estudos, ele pediu meu telefone para não perdermos o contato. Quando ele liga aqui em casa, já não sei mais o que conversar, para piorar ele é timido, como eu havia dito, dificilmente puxa um assunto. Sinceramente, sinto que nossa amizade está desgastando ambas as partes. Sei que ele queria conversar com a pessoa que eu era antes, mas essa não era a verdadeira. Já nem sinto mais vontade de ser amiga dele, parece que tudo foi em vão sabe, uma ilusão alimentada pela minha mente, não sei... eu gostaria de ajuda, se possivel....

    ResponderExcluir
  13. oi boa tarde aconteceu um fato na minha familia em que o pai estrupou e emgravidiu a propria filha estamos tentado enteder o que aconteceo ja que a menina nao aparenta tercido forsada ela tem 16 ano e diz ter sido abusada pelo pai des dos 12 anos de idade todo mundo si pergunta por que ela nao falou antes esperou tanto tempo ela agi como se nada tiversi acotecido

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Oi, tenho 20 anos e sempre tive um pavio muito curto e sempre fui meio anti social sou lesbica e atualmente moro com uma pessoa e no ultimo mês estamos brigando muito ela é um pouco dificil só que a minha reação é exagerada eu perco o controle chegando ao ponto de agressão na hora eu não quero bater nela mas eu simplesmente nao consigo me controlar mesmo, já perdi as contas de quantas vezes já esmurrei a parede,joguei coisas no chão antes só via isso como genio forte mas percebo que tem algo mais, amo demais minha companheira e não quero machuca-lá, espero que você possa me ajudar !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá sunny, não sou psicólogo, te indico um sport de luta de seu gosto box, kick box muay tay algo assim, isto pode te ajudar descarregar sua furia interior, te ajudara a ter uma relação social pois terá pessoas fazendo o mesmo, outra dica é voce tentar parar para pensar , o por que de um centro de furia e nao de paz,conheci uma pessoa com os mesmos sintomas, e no caso dela ela agia desta forma por que como voce age mas no fundo era por que ela se sentia fragilizada em alguma area sentimental, reagindo com pavio curto para evitar das pessoas chegar nessa area, como uma proteção, e outra coisa que pode agravar seus sintomas, é o Café, se voce toma muito café tente diminuir, pois o café aumenta ansiedade e raiva, pois o café é um estimulante , que age na área nervosa, estimulando seu seus sentimentos tanto de ansiedade , e de raiva, não precisa para com o café ,basta diminuir ou passar tomar um chá ajudando equilibrar o efeito do café..se sua raiva deixa você tremendo por dentro, pode saber que o café está estimulando muito seus sintomas , ou de ansiedade ou de raiva. Jesus te ama muito e te compreende melhor do que ninguem , veja ele como uma pessoa, e se permita falar com Ele imagineo como seu Amigo mais proximo, e desabafe com ele o mais profundo do seu ser, interiormente .. se perminta isso e veja a mudança.. está foi a ultima dica . abraços !

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. oi tenho 14 anos e faz um ano e meio que uma menina me chamou pra conversar e falou que me amava e sou muito timido e fiquei sem palavras só que eu fui falando com ela e a gosta dela tbm só que agente só se falava pela internet pq nois era muito timidos mais eu gostava muito dela muito muito mesmo eu amava ela muito e um dia eu vi que ela tava estranha e me falo que volto com o ex namorado dela e disse que eu era um merda que ela era sega e ainda qase fico com meu melhor amigo ainda num passeio do golegio mais todo o dia eu me lembro dela vejo as carta que ela fazia pra min as msg tudo e choro qase todo o dia por causa dela e agora o q eu faço ....... brigado por ler ....

    ResponderExcluir
  18. Tem um garoto na faculdade,que ele nos primeiros dias conversou comigo,mas depois entrou uma amiga dele,e ele parou de falar comigo .Uma colega me disse que ouviu ele falando mal de mim ,e essa amiga dele também fala mal de mim para ele. O que eu faço falo com ele ou deixo isso pra lá?

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Passei por aqui e gostei muito de seu blog; já estou te seguindo. Gostaria de convidá-la para conhecer meu blog Nupsea: http://exerciciosdependentesquimicosedepress.blogspot.com.br/.Caso goste seria uma honra tê-la como nossa seguidora.
    Sucessos com seu blog.
    Bjs
    Eliane

    ResponderExcluir
  21. Oi, tenho 18 anos e ando me sentindo um pouco pra baixo há algum tempo, não tenho mais disposição pra nada e nem alegria pra fazer o que antes me deixava feliz ou pra realizar algo que eu tinha muita vontade de fazer, tenho ficado deprimida ou irritada por qualquer motivo, n tenho mais vontade de conversar e quando tenho e estou conversando ou saio pra algum lugar me bate uma tristeza muito grande e isso acaba com o clima, tenho vontade de sumir . Eu não sou ansiosa com nada, só que quando penso no meu futuro as vezes me bate um certo desespero pois não sei o que eu quero ainda e as pessoas cobram isso de mim e isso só faz com que minha vontade de sumir aumente. As vezes tenho mt insonia pq fico pensando nisso, e acabo tomando remedios pra dormir pra esquecer de tudo que me deixa angustiada e pra fazer com que o tempo passe mais rapido pra mim. Gostaria de saber como faço pra essa tristeza passar, ja tentei esquecer isso, mas como eu disse, toda vez que eu esqueço a tristeza acaba me atingindo de novo, e eu n aguento mais isso. pf se alguem puder me ajuda eu agradeceria :/
    ps: tenho um pouco de medo disso, pois tenho varios casos na familia de doenças psiquiátricas

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e responderemos o mais breve possível.

Postagem em destaque

5 dicas para alcançar o sucesso!

Olá!!! Siga o blog e compartilhe a postagem! Vou deixar com vocês hoje 5 dicas para você alcançar o sucesso em tudo o que você quiser.  G...