quarta-feira, 12 de março de 2014

Eu quero mais... parte 3 (os estragadores de sonhos)

Lembramos que
 PARA UMA CONSULTA TOTALMENTE GRÁTIS E PRIVADA CLIQUE AQUI E VEJA OS HORÁRIOS DISPONÍVEIS.

Segue uma música para ouvir e relaxar:


Olá!!
Continuando com a nossa campanha " Eu quero mais " onde temos o objetivo de fazer com que vocês caros amigos, não desanimem, não desistam, não deixem de sonhar, mas que pelo contrário, sonhem o mais alto que puderem.

Uma vez um amigo me falou exatamente isso, para sonhar o mais alto que puder, porque mesmo não alcançando o meu sonho, eu chegaria alto, porque quanto mais impossível o que você almeja possa ser, mais você terá que correr atrás, mais você será obrigado a sair da zona de conforto. E obviamente mais dessas barreias você encontrará...

Hoje estamos aqui no "Psicólogos online" para falar sobre um certo grupo de pessoas que vão fazer de tudo para te desanimar e fazer você desistir, nós chamamos esse grupo de "Os estragadores de sonhos". Talvez você esta se perguntando quais as características desse grupo, bem é muito fácil de encontra-los, são as pessoas que não te apoiam na sua caminhada em busca, os primeiros sintomas são indiferença, conselhos contrários ao que você busca, normalmente seguidos de desconfiança em você, nos estágios mais avançados podem surgir vergonha, querem andar menos com você e as vezes risadas do seu sonho.

Nesta situação o que você deve fazer???

Bem vou começar pelo que não deve fazer, NUNCA DESISTA, pois COM DEUS TODAS AS COISAS SÃO POSSÍVEIS. Você deve estar preparado para caminhar em uma estrada de difícil acesso, onde a maioria que vai começar com você não chegará ao final. Mas você, caro(a) amigo(a) não pode ser um desses, porque no final valerá a pena.

Então vem a pergunta: Mas e se não conseguir, terá mesmo assim valido a pena??

Então eu quero pedir que de uma olhada no percurso, você provavelmente se superou muitas vezes, você provavelmente conheceu muitas pessoas, você provavelmente virou amigo dessas pessoas, você provavelmente acordou alguns dias totalmente animado para caminhar nessa estrada louca, e com certeza você avançou, virou uma pessoa melhor, as vezes um artista melhor, um profissional melhor e mesmo não sendo o objetivo principal, muitas outras conquistas vieram, e te deram momentos felizes, então estou aqui para te dizer que sim vale a pena amigo.

E no final você vai encontrar muitos desses estragadores de sonhos desmotivados e tristes, porque não tiveram a coragem necessária para buscar o que realmente queriam da vida.


Deixe seu comentário sobre quais os tipos de estragadores de sonhos que você encontrou durante sua busca. Abraços;  Sua psicóloga.





8 comentários:

  1. Oi meu nome e Pietra,sou casada ha 5 anos e tenho uma filha de 2 anos.Eu tenho um grande problema o "ciume".Quando tinha uns 15 anos tive um namorado,gostava muito dele,passava o dia inteiro só com ele.Um dia ele foi em minha casa a noite,toda a minha familia estava reunida,eu estava muito feliz,dai chegou um momento que eu pedi que ele fosse embora que já era muito tarde e no outro dia eu iria trabalhar,então ele se recusou a ir queria ficar bebendo com minha familia,então deixei ele com minha familia e fui dormir,afinal o que mal tinha nisso se ele não se importava em ficar lá sozinho com a minha familia,pra mim estava tudo bem.Na manha seguinte quando eu acordei era 5:00 horas da manha,quando abro a porta uma surpresa ele estava transando com a minha irmã,naquele dia eu queria morrer,nunca pensei em ver uma sena daquela a minha melhor irmã,amiga e companheira ficando com meu namorado,sofri muito mais sofri mais por ela ter feito isso comigo.Larguei ele,passaram o tempo e comecei um novo relacionamento,mal tinha completado dois meses direito e adivinha ela de novo transando com meu namorado,aquilo tinha se tornado um vicio com todos os três rapazes ela fez a mesma coisa.Não aguentei entrei em depressão,fiquei sem sair,não queria ver ou falar com ninguém.Então fiquei sozinha,decidi não namorar mais ninguém apenas trabalhar e curtir a vida sozinha.Até que passaram os anos e conheci um rapaz,fiquei um pouco comedo de embarcar em uma nova relação e acontecer tudo de novo,mas a minha vida tinha que continuar,começamos a namorar,passei os três meses mais incríveis da minha vida,até minha irmã voltar de uma viajem e rapidamente já foi apostar com uma amiga que ficaria com meu novo namorado,então fiquei na minha queria ver a intenção dele.Numa quarta-feira sai com minha mãe e ele ficou na casa da tia dele,então ela por sua vez não perdeu tempo foi se oferecer para ele,ficou quase nua na frente dele,e por incrível que pareça ele não quis ficar com ela,ela ficou muito irritada chegou ao ponto de oferecer dinheiro pra ela ficar com ele.Ela sempre foi muito bonita,bem feita de corpo e vaidosa,não me rebaixando mas eu não era lá essas coisa,e sempre as pessoas falavam muito bem dela,mais por sua beleza,pois seu caráter não era um dos melhores.Ele ficou me esperando na minha casa então me contou tudo,só que ela negou.Ele estava na cidade de ferias em Macéio (AL),eu morava lá,ele pediu que eu viesse com ele embora fiquei confusa,mas aceitei.Então hj estou aqui,ele me trata como uma rainha,ele lava,passa,cozinha até a minha unha ele faz,só que depois de tudo que tinha acontecido me tornei uma pessoa muito ciumenta,as vezes acho que estou louca tenho ciumes de tudo,se passa uma mulher nua,ou até de calcinha em um filme eu piro,não importa onde se for em filme,desenho em revista até da minha filha,se alguma mulher chega perto dele eu fico muito nervosa começo a chorar,tenho vontade de ir embora as vezes penso até em me matar,não se mais o que fazer já tentei de tudo,tomo até calmantes mais e inútil,por favor me ajude não sei mais o que fazer.
    meu e-mail e Pietratorres@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho ciume quando ele fica muito com a nossa filha e não me da atenção.Não tive uma infância,pois meu pai era muito violento batia em mim na minha mãe e nos meus irmão todos os dias,nunca me deu um brinquedo,vivia falando que não gostava de mim e que eu não era filha dele,me fazia jantar sentada no chão,vivia falando que eu não prestava e que quando eu crescesse seria uma puta e eu só tinha 6 anos.Hoje todas as discussões que tenho ou com a minha familia ou com meu marido,choro muito me vem na cabeça tudo o que já passei,minha cabeça fica como um livro contando a história desde os meus 5 anos até hoje.As vezes acho que sou louca,me ajude.

    ResponderExcluir
  3. adoro esse toque dessa musica me deixa bem calma eu sou uma pessoa possesiva e invejosa eu admito q sou assim mais não queria ser já fui casada aos 15 anos e não deu certo desse relacionamento eu tive uma filha q e tudo para me passei 2 anos e meio com meu primeiro marido sofri muito quando a gente terminou mais foi a minha culpa eu era muito possesiva e ele tranquilo tinha seus defeitos mais nada q não se resolvese então decidi ficar sozinha eu e minha filha eu com apenas 17 anos já era mae e sozinha NAO CONTAVA COM NIGUEM TINHA Q TRABALHA PARA COMPRA O LEITE DA MINHA FILHA E EU VEJETAVA NAO TINHA VIDA AI ENTAO CONHECI UMA PESSOA MARAVILHOSA Q ME AMA APEZAR DA MINHA IGINORANCIA E OUTAS COISAS MAIS MAIS A MINHA POSSESIVIDADE EM CIMA DAS PESSOAS NAO DEIXA EU SER FELIZ E EU NAO SEI COMO ACABA COM ISSO PRECISO DE AJUDA SOU MUITO INVEJOSA PORQ TODO MUNDO VENCE NA VIDA SO EU Q SOU ATRAZADA SERA Q EU NASCI PARA SOFRE POR FAVOR ME DE UM CONSELHO NAO E PORQ EU QUERO QUERIA MUITO DIZER EU TE AMO PARA MUITA GENTE DIZER EU ESTOU ERRADA EU PRECISO DE VC MAIS EU NAO CONSIGO COMO POSSO PASSAR POR ISSO OBR

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eu não vejo graça nas coisas, tenho tudo mas parece que não tenho nada.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho um grande problema comigo mesmo, sobre o fato de me sentir fraco diante algumas situações que me ocorre, inda mais sobre o fato de problemas de saúde. Tenho gastrite nervosa, e ultimamente tenho passado tão mal da mesma, inda mais agora que vim morar em outro estado e longe de família, de meus pais e amigos, no qual quando passava mal eu sabia que tinha eles pra me ajudarem e apoioarem nesse meu problema. E tenho medo de não conseguir ser forte e ter que deixar meu emprego e ter que voltar pra casa, acabei emagrecendo 7kg, e me sinto feio, aparência cansada, e ultimamente tenho medo de comer pelo fato de passar mal da gastrite e vomitar, já não aguento mais ter que vomitar quase todos os dias e acabo comendo pouco e as vezes nem comer eu como, somente a base de líquidos devido ao esse fato de pôr pra fora o que como e já não suporto mais isso. Sou um garoto novo de 21 anos e desde criança tenho tantos problemas de saúde que tem hora que sinto raiva de mim mesmo, que sinto vontade de desistir de tudo, pular fora do barco da vida.
    Desde novo, eu tive que criar responsabilidade para com a vida, ser responsável pela casa, devido ao fato de meus pais trabalharem fora o dia todo, e apesar de ser o mais novo, eu tinha que ser responsável pelo meu irmão mais velho, tinha que fazer almoço e cuidar da casa, tudo bem que ele ne ajudava em algumas coisas, mas meus pais sempre colocavam responsabilidades em mim para o controle de tudo em casa. E isso tudo me tornou um adulto precoce, e não sei se isso foi bom ou ruim.
    O que mais mexe comigo, foi uma conversa que tive com minha prima, ditamente temos quase a mesma idade, e certa vez ela me disse: "primo, as vezes tenho vergonha de me comportar de certa maneira do seu lado, por que vejo você tão maduro e adulto apesar de nossas idades serem quase as mesmas, e com você tento ser mais madura ou adulta quando to do seu lado, não me comporto como os outros primos quando estou ao lado deles".
    E essa conversa até hoje mexe muito comigo.

    Mas voltando ao assunto, eu queria acreditar mais em mim, com 21 anos já passei por tanta coisa, desde criança tive problemas de saúde, por 24 horas eu não fui a óbito, foi o pior dia de minha vida, o nunca tive tanto medo de perder tudo o que mais me importava na vida, minha família e meus amigos e o principal, meu maior presente que pude receber, Minha Vida. E depois de tantas coisas já passadas, agora vem mais esse problema, minha gastrite nervosa, eu tento ser forte, mas ultimamente sinto que to morrendo aos poucos, e não é isso que quero. Quero poder ser feliz e ter minha vida por um bom tempo. Quero perder esse medo que cada vez mais só me destrói aos poucos.

    Email: Paulocguimas@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho um grande problema comigo mesmo, sobre o fato de me sentir fraco diante algumas situações que me ocorre, inda mais sobre o fato de problemas de saúde. Tenho gastrite nervosa, e ultimamente tenho passado tão mal da mesma, inda mais agora que vim morar em outro estado e longe de família, de meus pais e amigos, no qual quando passava mal eu sabia que tinha eles pra me ajudarem e apoioarem nesse meu problema. E tenho medo de não conseguir ser forte e ter que deixar meu emprego e ter que voltar pra casa, acabei emagrecendo 7kg, e me sinto feio, aparência cansada, e ultimamente tenho medo de comer pelo fato de passar mal da gastrite e vomitar, já não aguento mais ter que vomitar quase todos os dias e acabo comendo pouco e as vezes nem comer eu como, somente a base de líquidos devido ao esse fato de pôr pra fora o que como e já não suporto mais isso. Sou um garoto novo de 21 anos e desde criança tenho tantos problemas de saúde que tem hora que sinto raiva de mim mesmo, que sinto vontade de desistir de tudo, pular fora do barco da vida.
    Desde novo, eu tive que criar responsabilidade para com a vida, ser responsável pela casa, devido ao fato de meus pais trabalharem fora o dia todo, e apesar de ser o mais novo, eu tinha que ser responsável pelo meu irmão mais velho, tinha que fazer almoço e cuidar da casa, tudo bem que ele ne ajudava em algumas coisas, mas meus pais sempre colocavam responsabilidades em mim para o controle de tudo em casa. E isso tudo me tornou um adulto precoce, e não sei se isso foi bom ou ruim.
    O que mais mexe comigo, foi uma conversa que tive com minha prima, ditamente temos quase a mesma idade, e certa vez ela me disse: "primo, as vezes tenho vergonha de me comportar de certa maneira do seu lado, por que vejo você tão maduro e adulto apesar de nossas idades serem quase as mesmas, e com você tento ser mais madura ou adulta quando to do seu lado, não me comporto como os outros primos quando estou ao lado deles".
    E essa conversa até hoje mexe muito comigo.

    Mas voltando ao assunto, eu queria acreditar mais em mim, com 21 anos já passei por tanta coisa, desde criança tive problemas de saúde, por 24 horas eu não fui a óbito, foi o pior dia de minha vida, o nunca tive tanto medo de perder tudo o que mais me importava na vida, minha família e meus amigos e o principal, meu maior presente que pude receber, Minha Vida. E depois de tantas coisas já passadas, agora vem mais esse problema, minha gastrite nervosa, eu tento ser forte, mas ultimamente sinto que to morrendo aos poucos, e não é isso que quero. Quero poder ser feliz e ter minha vida por um bom tempo. Quero perder esse medo que cada vez mais só me destrói aos poucos.

    Email: Paulocguimas@hotmail.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e responderemos o mais breve possível.

Postagem em destaque

5 dicas para alcançar o sucesso!

Olá!!! Siga o blog e compartilhe a postagem! Vou deixar com vocês hoje 5 dicas para você alcançar o sucesso em tudo o que você quiser.  G...